Busca avançada
Ano de início
Entree

Formas de reparação do mal no Portugal dos séculos XIV e XV

Processo: 22/01854-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2022
Vigência (Término): 31 de julho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História Antiga e Medieval
Pesquisador responsável:Susani Silveira Lemos Franca
Beneficiário:Eduardo Lima de Souza
Supervisor no Exterior: Zulmira da Conceição Trigo Gomes Marques Coelho Santos
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Humanas e Sociais (FCHS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Franca. Franca , SP, Brasil
Local de pesquisa: Universidade do Porto (UP), Portugal  
Vinculado à bolsa:21/04250-8 - Formas de reparação do mal no Portugal dos séculos XIV e XV, BP.MS
Assunto(s):História medieval   Moral   Igreja   Portugal   Século XVI   Século XV

Resumo

O presente projeto, a ser desenvolvido junto à Faculdade de Letras da Universidade do Porto, integra a pesquisa de Mestrado, intitulada Formas de reparação do mal no Portugal dos séculos XIV e XV (processo nº 2021/04250-8), que se dedica ao estudo e mapeamento das prescrições referentes às emendas penitenciais aceitas e estimuladas na sociedade portuguesa dos séculos XIV e XV, a partir dos tratados pastorais escritos ou traduzidos para a língua portuguesa. Com a institucionalização da confissão auricular, promulgada pelo IV Concílio de Latrão de 1215 e reforçada na Península Ibérica pelo Concílio de Valladolid de 1322, tornou-se cada vez mais recorrente a produção de obras pastorais escritas ou traduzidas para a língua vernácula, destinadas a ensinar e prescrever modelos de comportamento pautados nos principais rudimentos da fé cristã, sobretudo com a finalidade de ajudar os clérigos curas de almas a guiar seus penitentes no correto exame de consciência, para que assim pudessem receber convenientemente o sacramento da penitência. Entre as variadas prescrições, destacam-se as admoestações relativas às formas de absolvição ou reparação do mal, destinadas ao cumprimento da prática da satisfação - terceira etapa da confissão auricular -, divididas entre os bens da alma, os bens temporais da fortuna e os bens do corpo e estruturadas sob a tríade: oração, esmola e jejum. O objetivo da pesquisa no qual se insere esta proposta consiste em analisar, a partir dos tratados pastorais e doutrinários escritos em língua portuguesa entre os séculos XIV e XV - período em que a prática da confissão se torna um dos principais objetos da literatura teológica e pastoral -, as formas de reparação do mal associadas à restituição dos bens alheios, por meio do cumprimento da prática de satisfação dos bens temporais da fortuna para a reintegração do fiel à comunidade e à Igreja. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)