Busca avançada
Ano de início
Entree

Intervenção com melatonina exógena: redução de efeitos da Síndrome do Climatério em trabalhadoras de saúde noturnas de um hospital de São Paulo

Processo: 22/04365-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de novembro de 2022
Vigência (Término): 30 de novembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Claudia Roberta de Castro Moreno
Beneficiário:Susy Pereira Saraiva
Instituição Sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/24327-5 - Melatonina, fisiologia e fisiopatologia, estudos básicos e clínicos: caracterização da Síndrome Hipomelatoninêmica e o papel da reposição terapêutica com melatonina, AP.TEM
Assunto(s):Saúde do trabalhador   Trabalho noturno   Sono   Climatério   Menopausa   Cronotipo   Melatonina   São Paulo (SP)
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Climatério | Cronotipo | melatonina | Menopausa | Sono | Trabalho Noturno | Organização dos processos produtivos e saúde do trabalhador

Resumo

Mulheres relatam problemas de sono desde a perimenopausa até a pós-menopausa, além de outros sintomas como ondas de calor e ganho de peso, problemas que são frequentemente acompanhados de depressão e ansiedade. Considerando que o trabalho noturno reduz a produção de melatonina, consequentemente modificando a resposta aos hormônios esteroides, supõe-se que o climatério tenha seus efeitos potencializados entre trabalhadoras noturnas. Este estudo tem o objetivo de suplementar melatonina em profissionais de saúde expostas ao trabalho noturno a fim de reduzir efeitos do climatério, particularmente sobre o sono e perfil hormonal. Esse projeto é parte do temático "Melatonina, fisiologia e fisiopatologia, estudos básicos e clínicos: caracterização da síndrome hipomelatoninêmica e o papel da reposição terapêutica com melatonina", coordenado pelo Prof. José Cipolla-Neto (Processo Fapesp 2019/24327-5). Nesse subprojeto, coordenado pela Profa. Claudia RC Moreno, será feito um ensaio clínico randomizado, duplo cego, controlado com placebo, realizado em hospital de grande porte, localizado na cidade de São Paulo-SP, onde serão avaliadas 80 trabalhadoras, 40 do turno noturno e 40 do turno diurno, que estejam na fase de climatério e que trabalhem no sistema 12hx36h. Antes e após a intervenção as trabalhadoras preencherão questionários para avaliação dos sintomas do climatério, cronotipo, aspectos sociodemográficos, consumo excessivo de bebidas alcoólicas, existência de estresse e qualidade de sono. Espera-se que as trabalhadoras do grupo-intervenção apresentem melhora na sintomatologia relacionada ao climatério em comparação ao grupo-controle. Além disso, espera-se que a melhora dos sintomas seja maior no grupo de intervenção noturno em comparação ao grupo de intervenção diurno.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)