Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da imunoterapia com interferon beta na indução de apoptose dos clones autorreativos na encefalomielite experimental autoimune

Processo: 99/11535-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2000
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2001
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia
Pesquisador responsável:Leonilda Maria Barbosa dos Santos
Beneficiário:Alessandro dos Santos Farias
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Imunoterapia   Autoimunidade   Interferon beta   Esclerose múltipla   Encefalomielite autoimune experimental

Resumo

A Encefalomielite Experimental Autoimune é um modelo de doença autoimune do sistema nervoso central que apresenta muitos aspectos clínicos e histológicos em comum com a Esclerose Múltipla humana, sendo, portanto, utilizada para o estudo da mesma. Uma vez que a Esclerose Múltipla acomete preferencialmente adultos jovens, podendo levá-los à incapacidade física, o modelo experimental vem sendo muito estudado, com ênfase especial para as novas abordagens terapêuticas. No campo da imunoterapia inespecífica, a utilização do Interferon beta parece ser uma alternativa promissora e está formalmente aprovada para o tratamento da Esclerose Múltipla, reduzindo também a severidade da EAE. Os mecanismos envolvidos no controle da severidade da EAE, após a administração do IFN beta, no entanto, não estão totalmente conhecidos. Desta forma, no presente projeto propomos estudar a apoptose dos clones auto-reativos à Proteína Básica de Mielina, tanto na periferia como nas lesões desmielinizantes do sistema nervoso central, nas diferentes fases da doença. (AU)