Busca avançada
Ano de início
Entree

Conflitos reprodutivos e cooperação: o papel dos mediadores comportamentais e da sinalização química entre castas em colônias poligínicas de vespas sociais neotropicais (Hymenoptera, Vespidae, Epiponini)

Processo: 02/12540-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2003
Vigência (Término): 31 de maio de 2006
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Comportamento Animal
Pesquisador responsável:Ronaldo Zucchi
Beneficiário:Fábio Santos do Nascimento
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Auxílio(s) vinculado(s):03/10663-5 - Conflitos reprodutivos e cooperação: o papel dos mediadores comportamentais e da sinalização química entre castas em colônias poligínicas de vespas sociais neotropicais (Hymenoptera: Vespidae, Epiponini), AP.PRIM
Assunto(s):Dominância   Insetos sociais   Vespidae

Resumo

Conflitos reprodutivos potenciais entre castas são comuns nos insetos sociais. A poliginia gera condições para estes conflitos parentais (Kin Conflicts) dentro das sociedades. Assim, é esperada a evolução de estratégias reprodutivas de manipulação e contra-manipulação pelas partes no conflito, explicando assim, a manutenção do comportamento eusocial. Nas colônias poligínicas dos epiponini, o conflito rainha/rainha e rainhas/operárias leva às uma redução no número de rainhas -a oligoginia cíclica- aumentando o parentesco genético entre os indivíduos, pois há uma redução das linhas maternas. Esta regulação é mediada por comportamentos ritualizados entre as rainhas e agressivos de dominância pelas operárias. Rainhas mais produtivas são reconhecidas e menos solicitadas agressivamente por operárias do que aquelas que são menos ativas na colônia. Isto pode também estar relacionado com a presença de hidrocarbonetos cuticulares que conferem uma assinatura química para cada indivíduo. Nosso objetivo é verificar os mecanismos intrínsecos que estas vespas utilizam para resolver processos conflitantes que permitem a regulação social das colônias. A utilização de experimentação e observação dos mediadores comportamentais mais a análise química dos hidrocarbonetos cuticulares, poderá fornecer informações para o entendimento da evolução da eusocialidade nos Hymenoptera. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TANNURE-NASCIMENTO, IVELIZE C.; NASCIMENTO, FABIO S.; ZUCCHI, RONALDO. The look of royalty: visual and odour signals of reproductive status in a paper wasp. PROCEEDINGS OF THE ROYAL SOCIETY B-BIOLOGICAL SCIENCES, v. 275, n. 1651, p. 2555-2561, NOV 22 2008. Citações Web of Science: 32.
NUNES‚ T.M.; NASCIMENTO‚ F.S.; TURATTI‚ I.C.; LOPES‚ N.P.; ZUCCHI‚ R. Nestmate recognition in a stingless bee: does the similarity of chemical cues determine guard acceptance?. ANIMAL BEHAVIOUR, v. 75, n. 3, p. 1165-1171, 2008.
MORAIS‚ MM; NASCIMENTO‚ FS; PEREIRA‚ RA; BEGO‚ LR. Colony internal conditions related to caste production in Melipona compressipes fasciculata (Apidae‚ Meliponini). Insectes Sociaux, v. 53, n. 3, p. 265-268, 2006.
CARPENTER, J. M.; NASCIMENTO, F. S. DO; MATEUS, F. S.; NOLL, S.; KOJIMA, J. A revision of the genus Asteloeca (Hymenoptera: Vespidae; Polistinae). American Museum Novitates, n. 3427, p. 1-12, fev. 2004.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.