Busca avançada
Ano de início
Entree

Degradação de detergente de uso doméstico em reator anaeróbio de leito fluidificado com biomassa adaptada

Processo: 10/09843-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Maria Bernadete Amâncio Varesche
Beneficiário:Thaís Zaninetti Macedo Carmelo
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Biofilmes   Tensoativos   Detergentes   Cromatografia líquida   Reatores de leito fluidificado

Resumo

Alquilbenzeno Sulfonado Linear (LAS) é o surfactante aniônico mais utilizado em lavanderias, detergentes e produtos de limpeza e encontra-se presente em esgoto doméstico e águas residuárias industriais. Problemas em estações de esgoto como formação de espuma e inibição de microorganismos responsáveis pelo processo de tratamento biológico podem decorrer devido à presença de LAS. Dentre os estudos de algumas configurações de reatores anaeróbios visando à remoção deste surfactante, foram obtidos maiores valores de eficiência de remoção em reator anaeróbio de leito fluidificado. Este sistema, com biomassa imobilizada em material suporte, favorece a retenção dos microrganismos e alcança elevadas eficiências com baixos tempos de detenção hidráulica. O presente trabalho visa avaliar a eficiência de remoção de detergente em pó doméstico que, além de LAS possui em sua composição enzimas, coadjuvantes, sinergista, corantes, branqueador óptico, tamponantes, fragrância e carga, em reator anaeróbio de leito fluidificado preenchido com areia como material suporte. O reator será operado com TDH de 18 horas e vazão de 70 mL.h-1 e alimentado em 3 etapas diferentes com substrato sintético e diferentes concentrações de detergente em pó. Será feito monitoramento de pH, ácidos voláteis, sulfato, sulfeto, DQO, sólidos totais e concentração de LAS afluente e efluente. A caracterização microbiana será realizada por meio de exames microscópicos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)