Busca avançada
Ano de início
Entree

Sazonalidade na composição e diversidade da macrofauna associada aos substratos secundários em costões rochosos em Ubatuba, São Paulo, Brasil

Processo: 08/11564-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Tânia Marcia Costa
Beneficiário:Camila Gastaldi Blanco
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental do Litoral Paulista. São Vicente , SP, Brasil

Resumo

O ecossistema de costões rochosos abrange toda zona costeira e apresenta grande diversidade de organismos de valor ecológico e econômico, que por sua vez estão distribuídos em zonas. Nesse ambiente há limitação por espaço e conseqüentemente ocorrem fortes interações entre as espécies, como a interação e colonização de animais sobre outras comunidades, tornando estas um novo substrato. Fatores químicos, físicos e principalmente ambientais que variam temporalmente e espacialmente influenciam diretamente a dinâmica entre essa fauna associada e o substrato secundário. Assim, a incorporação de análises temporais e espaciais aos estudos traz um maior entendimento de processos ecológicos neste ecossistema. Além disso, os processos biológicos de competição e predação são fatores determinantes destas comunidades. Pelo exposto, o objetivo central deste projeto será avaliar a variação sazonal da abundância e diversidade da fauna associada ao substrato secundário em relação ao grau de exposição dos costões do litoral norte do Estado de São Paulo. Desta forma, será possível avaliar quais são as populações mais abundantes e qual o efeito do hidrodinamismo neste ambiente, bem como relacionar aos estudos do efeito da predação do caranguejo P. transversus nas populações de costões rochosos. Para o presente estudo será utilizado material coletado trimestralmente no período de um ano (2007/2008). A macrofauna associada aos principais substratos secundários será identificada ao menor nível taxonômico possível e analisada estatisticamente quanto à composição, abundância e diversidade, através dos Índices de Shannon-Wiener e Simpson.