Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da poluição luminosa, da complexidade ambiental e da proximidade com construções costeiras sobre a dinâmica e diversidade de comunidades bentônicas marinhas

Resumo

Marinas, portos e píeres aumentam a disponibilidade de substrato consolidado para o desenvolvimento de comunidades sésseis, mas estão associados também a uma gama de perturbações de origem antrópica. Poluição, aumento da pressão de pesca e outras perturbações em habitats artificiais tendem a excluir algumas espécies nativas, facilitando a introdução de espécies não-nativas, fazendo com que habitats artificiais suportem comunidades biológicas distintas daquelas de substrato natural. Recentemente, a poluição luminosa tem sido reconhecida com uma importante fonte de impacto em ambientes costeiros. Por exemplo, luz artificial a noite pode alterar o comportamento de peixes e tartarugas, aumentando a pressão de predação sobre comunidades sésseis ou ainda interferir no assentamento larval, afetando a dinâmica das comunidades incrustantes de substrato artificial. Empregar os conhecimentos ecológicos para planejar construções costeiras que se assemelhem aos habitats naturais deve favorecer o desenvolvimento econômico minimizando o distúrbio ambiental. Por exemplo, o simples aumento da complexidade das laterais das plataformas de marinas e píeres, tem o potencial de fazer com que essas se assemelhem mais aos costões rochosos, diminuindo o impacto destas construções. Neste projeto manipularemos experimentalmente a luz artificial noturna, a proximidade do substrato em relação a construções costeiras e a complexidade do substrato para avaliar como esses fatores afetam a diversidade, a composição de espécies, a ocorrência de espécies não-nativas e a dinâmica de comunidades sésseis marinhas de habitats artificiais no sudeste do Brasil. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DUARTE, RAFAEL C.; DIAS, GUSTAVO M.; FLORES, V, AUGUSTO A.; STEVENS, MARTIN. Different ontogenetic trajectories of body colour, pattern and crypsis in two sympatric intertidal crab species. Biological Journal of the Linnean Society, v. 132, n. 1, p. 17-31, . (19/01934-3, 15/22258-5, 19/15628-1)
TANASOVICI, RODRIGO M.; DIAS, GUSTAVO M.; KITAHARA, V, MARCELO; VIEIRA, EDSON A.. nduring regardless the conditions: Plasticity in modular growth as a strategy to cope with hydrodynamic variation by the invasive sun-coral (Tubastraea spp.. MARINE ENVIRONMENTAL RESEARCH, v. 174, . (16/17647-5, 19/15628-1, 14/01332-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.