Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos Efeitos da "Pfaffia paniculata" sobre a proliferação celular induzida pelo mitógeno "TCPOBOP" em fígado de camundongos

Processo: 00/06049-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2000
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2001
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Maria Lucia Zaidan Dagli
Beneficiário:Márcia Kazumi Nagamine
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fígado   Plantas medicinais   Proliferação celular   Pfaffia paniculata

Resumo

A raiz da Pfaffia paniculata (Martius) Kuntze, conhecida pelos nomes de ginseng do Brasil e paratudo, é utilizada na medicina popular no controle do diabetes, e ainda como tônica e afrodisíaca. A Pfaffia paniculata pertence à família Amaranthaceae, ao passo que a maioria dos outros ginsengs pertencem à família Araliaceae. Esta raiz apresenta em sua composição, o ácido pfáfico, as saponinas (pfafosídeos) A, B, C, D, E F, estigmasterol, sitosterol e glicosídeos derivados destas substâncias, além da alantoína. Observou-se atividade inibitória do ácido pfáfico e dos pfafosídeos no crescimento de células tumorais de melanoma (B-16) cultivadas. O objetivo deste trabalho é avaliar a ação da Pfaffia paniculata sobre a proliferação celular induzida por TCPOBOP (1,4-Bis[2-(3,5-Dichloropyridyloxy)]Benzene) um indutor da atividade da mono-oxidase microssomal em fígado de camundongos. Para tanto, camundongos serão tratados com TCPOBOP e receberão doses diárias, por gavagem de P.paniculata. Grupos de dez animais serão sacrificados às 24, 48 e 72 horas após a administração da substância química. O peso relativo dos fígados, bem como a porcentagem de hepatócitos que incorporam a bromodeoxiuridina (BrdU) serão avaliados nos animais durante esse período experimental. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.