Busca avançada
Ano de início
Entree

Aspectos psicossociais de acompanhantes cuidadores de crianças com câncer: estresse e enfrentamento

Processo: 06/01165-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2006
Vigência (Término): 31 de julho de 2007
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia
Pesquisador responsável:Carmen Lúcia Cardoso
Beneficiário:Ana Maria Del Bianco Faria
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Estresse psicológico   Estresse profissional   Psicologia da saúde   Neoplasias

Resumo

O câncer infantil pode provocar diversos impactos no sistema familiar da criança enferma. Os progressos no tratamento do câncer caracterizando-o como uma doença crônica e não mais aguda e fatal trouxe a necessidade de novos enfoques, levando-se me conta os aspectos psicossociais da doença. Desta forma, acompanhantes cuidadores são imprescindíveis durante todo o tratamento, para a segurança da criança, o relacionamento entre eles e para o enfrentamento da doença, e uma revisão e transformação das práticas de saúde visando atender a criança. Neste contexto, o estudo em questão tem como objetivo geral avaliar as manifestações de estresse e a capacidade de enfrentamento dos acompanhantes de crianças enfermas, após um ano de tratamento. Os participantes serão 10 acompanhantes cuidadores de crianças acometidas pela leucemia em sua fase crônica, após um ano de tratamento. A coleta de dados será realizada individualmente, no local do tratamento e os instrumentos a serem utilizados serão: questionário complementar, inventário de sintomas de estresse de Lipp (ISSL) e a escala de estratégias de enfrentamento (coping) de Folkman e Lazarus. As técnicas utilizadas serão cotadas de acordo com as proposições de cada uma delas. Proceder-se-á a categorização das respostas, obtidas no questionário complementar, levando-se em consideração a freqüência das mesmas. Para a definição do tratamento estatístico será aplicado inicialmente, o Teste de Kolmogorov Smirnoff visando verificar a normalidade ou não dos dados, para posterior aplicação estatística paramétrica ou não paramétrica. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ANA MARIA DEL BIANCO FARIA; CARMEN LÚCIA CARDOSO. Aspectos psicossociais de acompanhantes cuidadores de crianças com câncer: stress e enfrentamento. Estudos de Psicologia (Campinas), v. 27, n. 1, p. -, Mar. 2010.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.