Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação citométrica do microambiente do melanoma murino na vigência de quimioterapia experimental: análise do infiltrado inflamatório e da cinética de repopulação tumoral.

Processo: 08/00247-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2008
Vigência (Término): 31 de março de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Roger Chammas
Beneficiário:Ana Cláudia Onuchic
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/14247-6 - Center for Research on Cell-Based Therapy, AP.CEPID
Assunto(s):Melanoma   Oncologia experimental

Resumo

Antes tido como um conjunto de células alteradas em proliferação, hoje o câncer é mais bem entendido como um microambiente, em que as interações entre os elementos celulares e moleculares que o compõem são determinantes na progressão tumoral. Como resultado, a compreensão e a previsão de um evento neoplásico ganham crescente complexidade, à medida que vão sendo identificados novos componentes deste nicho tumoral e as suas respectivas atuações. Entre estes integrantes, e de grande relevância, encontram-se os elementos da imunidade inata, cuja modulação tem sido demonstrada, por uma série de pesquisas, tanto no sentido da vigilância imunológica quanto da cumplicidade na progressão tumoral. A presença de infiltrado inflamatório ocorre na grande maioria dos tumores e a composição desse infiltrado varia, tanto quantitativa quanto qualitativamente, de acordo com alterações no microambiente tumoral, como, por exemplo, a presença de fenômenos como apoptose e necrose. Eventos como estes, por sua vez, são conseqüências freqüentes de terapêuticas antitumorais, a exemplo da quimioterapia. A repopulação tumoral observada em casos deste tratamento, a qual muitas vezes dificulta o sucesso da terapia, depende, portanto, tanto da ação direta do quimioterápico sobre a célula tumoral, quanto da atuação indireta sobre os demais elementos que compõem o tumor. Este projeto busca avaliar o microambiente tumoral do melanoma murino na vigência de tratamento com os quimioterápicos dacarbazina e cisplatina. O objetivo principal é desenvolver uma avaliação citométrica do tumor, envolvendo a caracterização do infiltrado inflamatório e um enfoque especial para morte e proliferação celular, que irão definir a cinética da repopulação tumoral.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ONUCHIC, ANA CLAUDIA; MACHADO, CAMILA M. L.; SAITO, RENATA F.; RIOS, FRANCISCO J.; JANCAR, SONIA; CHAMMAS, ROGER. Expression of PAFR as Part of a Prosurvival Response to Chemotherapy: A Novel Target for Combination Therapy in Melanoma. Mediators of Inflammation, 2012. Citações Web of Science: 26.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.