Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinantes moleculares casta-específicos do desenvolvimento dos ovários de abelhas Apis mellifera

Processo: 09/15772-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Marcia Maria Gentile Bitondi
Beneficiário:Rodrigo Pires Dallacqua
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/03171-5 - Análise causal do desenvolvimento de Apis mellifera - genes reguladores e redes hierárquicas de expressão gênica na especificação de tecidos e órgãos, AP.TEM
Assunto(s):Apis mellifica   Desenvolvimento   Ovário

Resumo

As castas polifênicas em abelhas eussociais, que resultam da adoção de estratégias alternativas de divisão do trabalho selecionadas ao longo da evolução, distinguem-se principalmente por suas diferenças quanto ao potencial reprodutivo. Em Apis mellifera, dentre os diversos caracteres casta-específicos observa-se um dimorfismo acentuado dos ovários, os quais em conjunto são determinados pela alimentação diferencial recebida pelas larvas. Isto resulta em títulos distintos de hormônio juvenil e ecdisteróides, que por sua vez regulam a atividade de genes que moldarão a diferenciação dos ovários ao final do estágio larval e durante o estágio pupal. Os estudos sobre a maquinaria molecular envolvida na diferenciação dos ovários das castas são ainda incipientes. Dentre estes podemos citar os resultados obtidos durante meu Doutorado sobre a identificação de 06 genes de apoptose e de autofagia diferencialmente expressos nos ovários larvais das castas de Apis mellifera. Estes dados representam um avanço no conhecimento sobre como a alimentação diferencial e os títulos hormonais moldam o desenvolvimento ovariano. A proposta deste projeto consiste em substituir a abordagem "gene-a-gene" por uma abordagem ampla, utilizando microarrays para identificar genes diferencialmente expressos nos ovários em desenvolvimento de rainhas e operárias. Os genes identificados, preferencialmente genes de morte celular, serão enfocados em experimentos de manipulação hormonal in vivo para verificação de expressão dependente de hormônio. Adicionalmente, a morfologia dos ovários em desenvolvimento será estudada por histologia convencional e a distribuição espacial dos transcritos destes genes nos ovaríolos, conforme caracterizada por hibridização in situ, será contrastada entre as castas. Pretende-se com esta abordagem obter um cenário abrangente dos eventos moleculares e morfológicos que levam à diferenciação dos ovários das castas e A. mellifera.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DALLACQUA, RODRIGO PIRES; GENTILE BITONDI, MARCIA MARIA. Dimorphic Ovary Differentiation in Honeybee (Apis mellifera) Larvae Involves Caste-Specific Expression of Homologs of Ark and Buffy Cell Death Genes. PLoS One, v. 9, n. 5 MAY 20 2014. Citações Web of Science: 11.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.