Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterizacao da atividade do bpp-7a sobre a farmacocinetica de canais ionicos.

Processo: 08/54824-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2008
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica
Pesquisador responsável:Alexander Henning Ulrich
Beneficiário:Priscilla Davidson Negraes
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/61285-9 - Bases moleculares da diferenciação de células-tronco e progenitoras neurais, AP.TEM
Assunto(s):Canais iônicos   Diferenciação celular   Receptores nicotínicos

Resumo

Durante muito tempo o homem vem buscando o tratamento de doenças que o aflige junto às substâncias naturais. Estudos realizados com o veneno das serpentes evidenciam que muitas das suas proteínas constituintes são precursoras de peptídeos sinalizadores, natriuréticos e fatores de crescimento cujos receptores foram altamente conservados durante a evolução e controlam atividades metabólicas, nervosas, circulatórias e de defesa imune. Nesse contexto, vários trabalhos sugerem um efeito anti-hipertensivo para os peptídeos ricos em prolina (BPP) presentes nas glândulas de veneno e no sistema nervoso central da Bothrops jararaca devido à inibição de dois peptídeos envolvidos com a regulação humoral da homeostase cardiorrespiratória: angiotensina e bradicinina. Entretanto, estudos em nosso laboratório apontam para o fato de que esses oligopeptídeos (Bj-PROs) estariam atuando sobre outros processos responsáveis pela regulação da vaso-dilatação, que não aqueles fundamentados na inibição da enzima conversora da angiotensina ou potenciação da bradicinina. Nesse contexto, pouco se sabe sobre a ação dos BPPs em canais iônicos. Existem evidências de trabalhos prévios em nosso grupo sugerindo que pelo menos um desses oligopeptídeos, o BPP-7a, tem ação natriurética por mecanismo ainda não esclarecido em ratos hipertensos. Desta forma, o presente trabalho objetiva avaliar não somente a ação biológica como fisiológica do BPP-7a sobre a cinética de canais iônicos. Através da técnica de patch-clamping poder-se-á caracterizar a forma de interação entre o BPP e os receptores nicotínicos de acetilcolina inclusive quanto aos mecanismos de modulação dos canais (competitivo ou alostérico). Além disso, outros possíveis efeitos desse heptapeptídeo serão testados para a atividade inibitória ou ativadora sobre canais voltagem-dependentes por ensaios de alteração de cálcio intracelular. Em uma abordagem paralela será conduzida a purificação do receptor, fazendo uso de metodologias tais como cross-link e cromatografia de afinidade, seguidas pelo seqüenciamento da proteína identificada. (AU)