Busca avançada
Ano de início
Entree

Espectroscopia no visível e ultravioleta no vácuo no Tokamak Nova UNICAMP

Processo: 99/06767-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2000
Vigência (Término): 31 de agosto de 2003
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física dos Fluídos, Física de Plasmas e Descargas Elétricas
Pesquisador responsável:Munemasa Machida
Beneficiário:Andre Mascia Daltrini
Instituição-sede: Instituto de Física Gleb Wataghin (IFGW). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Tokamaks

Resumo

Dando prosseguimento aos trabalhos de I.C. e de mestrado e proposto estudo dos espectros de emissão atômica e molecular na região do visível e ultravioleta no vácuo (UVV). A medida que o plasma se torna mais quente, as emissões atônicas são mais intensas na região do 1.NV, e um diagnóstico nesta região ainda era inexistente nos tokamaks nacionais. Pretendemos aqui estudar as relações existentes entre as emissões do hidrogênio e das impurezas com modos e tipos de plasma do tokamak, cálculo do Z efetivo via emissão espectral em UVV comparando com emissão bremsstrahlung utilizando sempre espectrômetros calibrados absolutamente. As temperaturas iônicas serão obtidas via vários elementos de impurezas em vários estágios de ionização com definição temporal para vise UVV, e espacial para visível. Iremos pesquisar tan1bem a intera9ao plasma-limitador, onde os tempos de confinamento de partículas para series de Balmer e Lymann serão comparados, incluindo neste caso a influência do hidrogênio molecular existente nas regiões da sombra do limitador. (AU)