Busca avançada
Ano de início
Entree

Aspectos morfossintáticos e semânticos e lexicográficos da nominalização em português

Processo: 03/03549-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2004
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2006
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Língua Portuguesa
Pesquisador responsável:Ieda Maria Alves
Beneficiário:Bruno Oliveira Maroneze
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Derivação regressiva   Morfologia (linguística)   Derivação sufixal

Resumo

A nominalização, entendida como o fenômeno gramatical que transforma um verbo em substantivo, tem implicações na semântica, na sintaxe, no discurso e também na lexicografia. O presente projeto busca a partir da análise de nominalizações neológicas integrantes da Base de Neologismos do Português Contemporâneo, descrever e explicar os processos da nominalização em Português. Para tanto, serão analisados os diversos processos pelos quais a nominalização se manifesta (sufixos, derivação regressiva, formas supletivas lexicais), procurando enfocar as diferenças morfológicas, sintáticas e semânticas de cada um deles, e também compreender os mecanismos de criação lexical que fazem parte deste processo. Também serão estudadas as implicações da nominalização para a lexicografia, descrevendo-se as maneiras pelas quais os dicionários tratam os substantivos resultantes dos processos de nominalização e propondo-se um modelo de tratamento deste tipo de formação. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MARONEZE, Bruno Oliveira. "Um estudo da nominalização no português do Brasil com base em unidades lexicais neológicas". 2006. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.