Busca avançada
Ano de início
Entree


Ações judiciais de Plínio, o jovem, no Tribunal dos Centúnviros e na Corte Senatorial (séculos I-II d.C.)

Texto completo
Autor(es):
Dominique Monge Rodrigues de Souza
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Humanas e Sociais.
Data de defesa:
Membros da banca:
Andrea Lucia Dorini de Oliveira Carvalho Rossi; Renata Lopes Biazotto Venturini
Orientador: Margarida Maria de Carvalho
Resumo

O principal objetivo do presente trabalho é analisar a carreira política de Plínio, o Jovem (61/62 d.C. – 111 d.C). Para tanto, concebemos a existência de uma complementaridade entre o cursus honorum desse senador e a sua carreira jurídica. Nosso estudo parte da compreensão da atuação do Senado na organização políticoadministrativa e judicial durante os governos dos imperadores Domiciano (81-96 d.C.), Nerva (96-98 d.C.) e Trajano (98-117 d.C.). Tal abordagem se justifica, visto que, mesmo após a sua entrada no Senado em 90 d.C., este senador, permanece atuando tanto no Tribunal do Centúnviros como na Corte Senatorial. No que tange a carreira jurídica de Plínio, centramos nosso estudo nas defesas e acusações perante o Tribunal dos Centúnviros e na Corte Senatorial. Partindo da interpretação dos processos sediados nas cortes de justiça mencionadas, objetivamos apresentar um contexto de compartilhamento do poder entre o Senado e o Imperador. Para tanto, utilizamos como documentação as epístolas de Plínio que fazem referência a sua carreira política, assim como o seu discurso Panegírico a Trajano (AU)

Processo FAPESP: 11/01944-7 - Ações judiciais de Plínio, o Jovem, no Tribunal dos Centúnviros e na Corte Senatorial (séculos I-II d.C.)
Beneficiário:Dominique Monge Rodrigues de Souza
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado