Busca avançada
Ano de início
Entree


Revisão sistemática de Bothrops bilineatus (Serpentes: Viperidae) com base em caracteres moleculares e morfológicos

Texto completo
Autor(es):
Francisco Humberto Dal Vechio Filho
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências
Data de defesa:
Membros da banca:
Miguel Trefaut Urbano Rodrigues; Felipe Gobbi Grazziotin; Hussam El Dine Zaher
Orientador: Miguel Trefaut Urbano Rodrigues
Resumo

Bothrops bilineatus é uma das seis espécies presentes no grupo taeniatus, é reconhecida atualmente por duas sub-espécies: B. b. smaragdinus que se distribui pelo oeste Amazônico e B. b. bilineatus com distribuição disjunta pela Amazônia e Mata Atlântica. Este trabalho tem como objetivo testar a validade das duas sub-espécies com base em ferramentas moleculares, morfométricas, merísticas, hemipenianas e osteológicas, reconhecendo e delimitando as linhagens encontradas. Pretende-se ainda investigar as relações filogeográficas entre as populações ao longo da sua distribuição, analisando o tempo de divergência e os possíveis eventos associados a sua diversificação. Além disso, pretende-se comparar a variação molecular e hemipeniana de B. bilineatus com B. taeniatus (espécie filogeneticamente próxima) e as existentes nos outros grupos de espécies do gênero. Os resultados mostram que a variação genética e hemipeniana encontram se em diferentes níveis ao longo dos grupos de espécies em Bothrops, fornecendo informação relevante a nível intra e inter-específico. Foram recuperados seis clados estruturados para Bothrops bilineatus, representando quatro linhagens independentes e diagnosticáveis com base conjunta nos caracteres morfológicos, hemipenianos, osteológicos e moleculares: linhagem 1 - Amazônia central, basal as outras, linhagem 2 - Mata Atlântica+Escudo das Guianas externa às linhagens 3 e 4 Amazônia oeste parte sul e norte, respectivamente. Já para B. taeniatus quatro clados representando três linhagens foram recuperadas com bases nos caracteres moleculares e hemipenianos, porém se faz necessário buscar por mais caracteres morfológicos e osteológicos para melhor delimitar e diagnosticar as linhagens. As mudanças paleoclimáticas e geomorfológicas ocorridas na transição Terciário/Quaternário parecem ser os principais eventos a influenciar na diversificação das linhagens encontradas em Bothrops bilineatus e B. taeniatus (AU)

Processo FAPESP: 12/21213-0 - Revisão de Bothrops bilineata (serpentes, Viperidae) com base em caracteres morfológicos e moleculares
Beneficiário:Francisco Humberto Dal Vechio Filho
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado