Busca avançada
Ano de início
Entree


Dieta hiperlipídica materna: influências sobre o comportamento maternal e o desenvolvimento da prole.

Texto completo
Autor(es):
Marianne Orlandini Klein
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Luciano Freitas Felicio; Jackson Cioni Bittencourt; Daniela Cristina Ceccatto Gerardin Cantamessa; José Donato Júnior; Helenice de Souza Spinosa
Orientador: Luciano Freitas Felicio
Resumo

Uma nutrição maternal rica em lipídios pode causar prejuízos no desenvolvimento e na vida adulta dos descendentes, como elevado risco de desenvolver alterações metabólicas e obesidade, e também parece alterar a sinalização central por opióides. Porém, estudos realizados a fim de investigar a influência da dieta hiperlipídica (HF) materna sobre o comportamento materno e o desenvolvimento da prole não são conclusivos. Este trabalho investigou a influência da dieta HF sobre a interação mãe-filhote, em duas gerações, e os efeitos imediatos e tardios sobre a prole, relacionando-os ao sistema opióide. As mães HF apresentaram prejuízos na ejeção do leite e maior expressão dos receptores opióides no hipotálamo. No geral, os descendentes HF apresentaram elevados níveis de colesterol, baixa leptina plasmática, maior expressão de peptídeos relacionados à ingestão alimentar, e menor peso. Portanto, o consumo materno de dieta HF causou alterações metabólicas, comportamentais e na expressão gênica na mãe e nos descendentes, mesmo que esses animais não tenham se tornado obesos. (AU)

Processo FAPESP: 12/07378-6 - Dieta hiperlipídica materna: influências sobre o comportamento maternal e o desenvolvimento da prole
Beneficiário:Marianne Orlandini Klein
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado