Busca avançada
Ano de início
Entree


Paracoccidioides lutzii e outros fungos de importância médica: desenvolvimento de vacina terapêutica e tratamento alternativo com compostos sintéticos no controle das micoses sistêmicas.

Texto completo
Autor(es):
Diego Conrado Pereira Rossi
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Carlos Pelleschi Taborda; Sandro Rogerio de Almeida; Leila Maria Lopes Bezerra; Benedito Correa; Karen Spadari Ferreira
Orientador: Carlos Pelleschi Taborda
Resumo

A maioria dos tratamentos antifúngicos são longos e não eficazes, portanto, há uma necessidade de pesquisa de novas alternativas. A fim de prospectar novos epitopos para uma vacina para Paracoccidioides lutzii e Cryptococcus spp.. Foi desenvolvido um sistema com o objetivo de purificar epitopos de macrófagos no contexto de MHCII. Além disso, houve pesquisa de epítopos na parede celular e sobrenadante de Paracoccidioides spp. A atividade antifúngica da miltefosina foi avaliada contra Paracoccicioides spp.. A miltefosina demonstrou atividade inibitória similar à anfotericina B. A atividade fungicida ocorreu em baixas concentrações, se observou alterações ultraestruturais e formação de melanina. A atividade do C7a in vitro e in vivo contra Candida spp. foi analisada. Os resultados mostraram atividade fungicida em valores baixos. Além disso, foi visto inibição da formação de hifas / pseudohifas e alterações morfológicas. Os ensaios in vivo demonstraram uma diminuição significativa na infecção em um modelo de candidíase vaginal e sistêmica. (AU)

Processo FAPESP: 12/08760-1 - Paracoccidioides lutzii: novos desafios no desenvolvimento de uma vacina terapêutica. Fase 1: modelo experimental murino
Beneficiário:Diego Conrado Pereira Rossi
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado