Busca avançada
Ano de início
Entree


Contribuição para o diagnóstico etiológico, caracterização fenotípica e seguimento clínico dos pacientes com neuronopatia sensitiva : Contribution to the etiological diagnosis, phenotypic characterization and follow-up of sensory neuronopathy patients

Texto completo
Autor(es):
Alberto Rolim Muro Martinez
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas
Data de defesa:
Orientador: Marcondes Cavalcante França Junior
Resumo

A neuronopatia sensitiva (NS) representa a doença caracterizada pelo dano ao gânglio sensitivo da raíz dorsal. Sua expressão é de ataxia sensitiva e déficits exclusivamente sensitivos, multifocais que não comprimento-dependentes. O reconhecimento desse padrão é fundamental para a identificação de doenças associadas à NS. Todavia, sintomas como dor e a disautonomia ainda foram pouco explorados. A raridade da NS associada a sinais e sintomas como a pseudoparesia e a pseudoatetose tornam o cenário favorável ao erro e atraso diagnóstico. Além disso, a falta de instrumentos capazes de mensurar a evolução da doença torna impossível a avaliação da historia natural da doença bem como o delineamento de estudos de tratamento. Portanto, os objetivos desse trabalho são: 1.investigar novas etiologias de NS utilizando ferramentas de imunologia clínica e genética molecular; 2.descrever aspectos clínicos, topográficos e a resposta terapêutica da dor nas NS; 3.avaliar o comprometimento autonômico por meio de escala clínica e de exames neurofisiológicos nos pacientes com NS; 4.avaliar o atraso e o erro diagnóstico aos quais estão submetidos os pacientes com NS e, 5.propor e validar um instrumento capaz de quantificar as alterações clínicas dos pacientes com NS. Um total de 61 pacientes foram avaliados e frações deste número foram incluídas em cada um dos estudos. Foram descritos dois pacientes com NS associada a causas infecciosas: a primeira descrição clínica da associação entre NS e a infecção pelo vírus da Zika e a descrição da associação da infecção pelo HTLV-1 e o fenótipo combinado de NS e paraparesia espástica. A avaliação dos anticorpos anti-FGFR3 demonstrou positividade em 38% (16/42) explicando 37,5% (9/24) dos pacientes com etiologia até então, idiopática. Cinco pacientes com a associação NS-hepatite autoimune foram identificados, representando 7% do total de pacientes avaliados (5/70). Esses pacientes destacam-se pela positividade do anti-FGFR3 (3/5 ¿ 60%) e pela não-responsividade do quadro neurológico contraposta à remissão do quadro hepático instituída a imunossupressão. Dando prosseguimento à investigação etiológica, 22 pacietes com NS idiopática foram submetidos ao sequenciamento completo do exoma por tecnologia de nova geração. Nenhum paciente teve seu diagnóstico realizado. Todavia, variantes relacionada a genes que podem levar à ataxia sensitiva, foram encontradas em quatro pacientes (CUBN, POLG, FXN e FLVCR1). Queixas álgicas estavam presentes em 76%, com assimetria e características neuropáticas em mais da metade dos pacientes cuja terapia medicamentosa promoveu remissão satisfatória em 19%(7/36). Uma prevalência ainda maior foi observada na investigação autonômica. Alteracões do volume de sudorese pelo reflexo axonal sudomotor estavam presentes em 91% indicando disfunção simpática pós-ganglionar a qual estava associada à disfunção parassimpática descrita por alterações nas provas cardiovagais dos testes de variabilidade cardíaca. Os pacientes com NS em média levam 5,4±5,4 anos entre o início de sintomas e a conclusão diagnóstica, passando por 4,3 ± 2,4 especialistas com 3,08±1,4 diagnósticos incorretos. Por fim, propusemos um instrumento com 10 itens capazes de avaliar os pacientes com NS. Essa escala apresentou consistência interna com alfa de Cronbach padronizado de 0,83 com coeficientes de correlação interclasse para concordância inter/intraobservador de 0,96 e 0,98 respectivamente (AU)

Processo FAPESP: 13/26410-0 - Estudo clínico, imunológico e neurofisiológico nas neuronopatias sensitivas
Beneficiário:Alberto Rolim Muro Martinez
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado Direto