Busca avançada
Ano de início
Entree


Pesquisa de infecções por Flavivírus da encefalite de Saint Louis, Rocio e Oeste do Nilo em cavalos, por inquérito sorológico e isolamento viral

Texto completo
Autor(es):
Jaqueline Raymondi Silva
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Ribeirão Preto.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Data de defesa:
Membros da banca:
Luiz Tadeu Moraes Figueiredo; Afonso Dinis Costa Passos; Aramis Augusto Pinto
Orientador: Luiz Tadeu Moraes Figueiredo
Resumo

Arboviroses são grave problema de saúde pública no Brasil e destas destacam-se aquelas causadas por Flavivírus, dos quais onze já foram descritos no Brasil. Destes, dois importantes em saúde pública, e que pertencem ao sorocomplexo da Encefalite Japonesa, são o vírus da encefalite de Saint Louis (SLEV) e o Rocio (ROCV). O vírus Oeste do Nilo (WNV), introduzido no continente americano em 1999, ainda não foi detectado no Brasil, contudo sua introdução é muito provável. Neste estudo, avaliou-se a circulação de SLEV, ROCV e WNV em cavalos, por tentativas de isolamento viral e inquérito soro-epidemiológico. As tentativas de isolamento viral, em 11 tecidos cerebrais de cavalos do estado da Paraíba, resultaram negativas. O inquérito sorológico, por IgG-ELISA tendo como antígeno peptídeos recombinantes do domínio III da proteína de envelope de SLEV, WNV e ROCV, foi utilizado em 753 soros de animais dos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Paraíba. Soros de 271 cavalos foram positivos para SLEV (35,98%), 254 para WNV (33,73%) e 144 para ROCV (19,12%). Portanto, o ELISA mostrou-se adequado, diagnosticando infecções prévias por estes Flavivírus. Também, observou-se intensa circulação destes vírus infectando cavalos nos locais de estudo. Ainda, obteve-se, pela primeira vez, evidencia de que WNV foi introduzido no Brasil e encontra-se a infectar cavalos nos estados pesquisados exceto Minas Gerais. Finalmente, o inquérito sorológico em cavalos mostrou-se uma abordagem adequada à vigilância das flaviviroses por SLEV, ROCV e WNV no Brasil. (AU)

Processo FAPESP: 08/52685-9 - Pesquisa de infecções por Flavivirus da Encefalite de Saint Louis, Rocio e Oeste do Nilo em cavalos, por inquérito sorológico e isolamento viral
Beneficiário:Jaqueline Raymondi Silva
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado