Busca avançada
Ano de início
Entree


Caracterização da resposta vasorelaxante do equilin em artérias mesentéricas de ratas espontaneamente hipertensas.

Texto completo
Autor(es):
Fernando Paranaiba Filgueira
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Maria Helena Catelli de Carvalho; Eliana Hiromi Akamine; Ana Paula Villela Dantas; Maria do Carmo Pinho Franco; Silvia Lacchini
Orientador: Maria Helena Catelli de Carvalho
Resumo

Este estudo investigou a ação do equilin em artérias mesentéricas de resistência de ratas espontaneamente hipertensas, bem como o mecanismo envolvido, comparando com o 17<font face=\"Symbol\">b-estradiol. O equilin promoveu vasodilatação equivalente à do 17<font face=\"Symbol\">b-estradiol, não demonstrando diferença nas respostas observadas em ratas intactas e ovariectomizadas. A resposta ao equilin não foi alterada pelo antagonista de receptores de estrógeno. De modo similar, a remoção do endotélio ou a inibição da adenilato ciclase, da PKA, da óxido nítrico sintase, da guanilato ciclase e da PKG não afetou o relaxamento ao equilin. Além disso, a incubação com diferentes bloqueadores de canais de K+ não alterou o relaxamento ao equilin. O equilin diminuiu a contração ao CaCl2 e ao BAYK 8644 (ativador de canais de Ca2+ do tipo-L), porém, não modificou a contração à cafeína (que promove liberação de Ca2+ do retículo sarcoplasmático), demonstrando que o efeito relaxante do equilin em artérias mesentéricas de ratas espontaneamente hipertensas se deve predominantemente ao bloqueio de canais de Ca2+ do tipo L. (AU)

Processo FAPESP: 08/55201-2 - Caracterização da resposta vasorelaxante do equilin em artérias mesentéricas de ratas espontaneamente hipertensas (SHR)
Beneficiário:Fernando Paranaiba Filgueira
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado