Busca avançada
Ano de início
Entree


Efeito in situ de dentifrícios associado ao laser CO2 na permeabilidade da dentina radicular erodida

Texto completo
Autor(es):
Renata Siqueira Scatolin
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Ribeirão Preto.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto
Data de defesa:
Membros da banca:
Silmara Aparecida Milori Corona; Maria Cristina Borsatto; Cristiane Tomaz Rocha
Orientador: Silmara Aparecida Milori Corona
Resumo

Diante do aumento de lesões de erosão e a necessidade de métodos que controlem a sintomatologia dolorosa a elas relacionada, o objetivo deste estudo foi avaliar, através de um modelo in situ, crossover 2 x 2, o efeito de um dentifrício dessensibilizante associado ao laser de CO2 em controlar a permeabilidade da dentina radicular erodida. Oitenta fragmentos de dentina radicular bovina (3 x 3 x 2 mm) foram submetidos a um desafio erosivo inicial (ácido cítrico 0.3%, 2 h), seguidos por um período de remineralização em saliva artificial (24 h). Os espécimes foram divididos de acordo com o tratamento dentinário: dentifrício dessensibilizante, dentifrício dessensibilizante + laser CO2, dentifrício anticárie com flúor e dentifrício anticárie com flúor + laser de CO2. Após um período de lead-in de 2 dias, dez voluntários utilizaram dispositivo palatino contendo 4 fragmentos de dentina radicular em duas fases de 5 dias cada. Durante a fase intraoral, um dos lados do dispositivo era imerso em ácido cítrico 0.3%, e o lado oposto em água deionizada, quatro vezes ao dia. Uma hora após as imersões os espécimes foram escovados com slurry dos dentifrícios fornecido pelo pesquisador. Na primeira fase, metade dos voluntários tratou os espécimes com dentifrício dessensibilizante, enquanto a outra metade utilizou o dentifrício anticárie com flúor. Após um período de 7 dias de wash-out, os voluntários foram cruzados quanto ao dentifrício. Ao final de cada fase os espécimes foram submetidos à coloração histoquímica e seccionados para serem analisados quanto à permeabilidade por meio de microscopia óptica. Os dados obtidos foram analisados através da ANOVA e não houve diferenças significantes (p=0,272) entre os tratamentos realizados na dentina radicular de dentes bovinos. Pode-se concluir que dentifrícios anticárie com flúor ou dessensibilizante, independente da associação com laser de CO2, podem controlar a permeabilidade em dentina radicular erodida. (AU)

Processo FAPESP: 10/03180-1 - Efeito in situ de dentifrícios associado ao laser de CO2 na permeabilidade dentinária após simulação de desafios erosivos
Beneficiário:Renata Siqueira Scatolin
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado