Busca avançada
Ano de início
Entree


Avaliação de sistemas de cromatografia líquida uni e bidimensional acoplados a espectrometria de massas na análise do proteoma dos corpos protéicos do milho

Texto completo
Autor(es):
Rogério de Campos Bicudo
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Carlos.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Química de São Carlos
Data de defesa:
Membros da banca:
Fernando Mauro Lanças; Luiz Alberto Colnago; Maria Eugenia Queiroz Nassur; Edson Rodrigues Filho; Marina Franco Maggi Tavares
Orientador: Fernando Mauro Lanças
Resumo

O valor nutricional do milho é limitado devido ao seu alto conteúdo de proteínas de reserva (zeínas), que são deficientes em aminoácidos essenciais como lisina e triptofano. Por esse motivo, a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) desenvolveu a variedade de milho BR473, que tem um excelente valor energético e um maior conteúdo protéico quando comparado ao milho comum. Tal variedade possui 0,9 e 4,0 g/kg de grão de triptofano e lisina, respectivamente, contra 0,6 e 2,6 do milho comum. O alto conteúdo de lisina em algumas variedades de milho como a opaco-2 (o2), por exemplo, é relacionado à presença de proteínas não-zeínas. Para identificar essas proteínas, o que poderia explicar o alto conteúdo protéico da variedade BR473, foi analisado o proteoma dos corpos protéicos dos grãos desse milho. Para tal, foram usadas e avaliadas as cromatografias uni e bidimensional, acopladas a espectrometria de massas (LC-MS/MS e LC/LC-MS/MS), uma vez que tais técnicas se tornaram ferramentas poderosas para seqüenciamento e identificação de proteínas. Neste trabalho, foram identificadas seis proteínas por LC-MS/MS e dezesseis proteínas por LC/LC-MS/MS. (AU)

Processo FAPESP: 02/08407-8 - Avaliação de sistemas de cromatografia líquida bidimensional acoplada a espectrometria de massas na análise do proteoma
Beneficiário:Rogerio de Campos Bicudo
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado Direto