Busca avançada
Ano de início
Entree


Análise da toxicidade e da mutagenicidade de um solo de landfarming, proveniente de um refinaria de petróleo, antes e depois de processos que visam estimular a biodegradação de hidrocarbonetos

Texto completo
Autor(es):
Tatiana da Silva Souza
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: Rio Claro. 237 f.
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro).
Data de defesa:
Membros da banca:
Patricia Pasquali Parise Maltempi; José Augusto de Oliveira David; Maria Aparecida Marin-Morales; Elaine Cristina Mathias da Silva Zacarin
Orientador: Carmem Silvia Fontanetti Christofoletti
Resumo

O sistema de biorremediação denominado landfarming tem sido utilizado por refinarias de petróleo para dispor e tratar, em grandes áreas de solo, localizadas na própria indústria, o resíduo sólido final gerado, que é composto por uma emulsão formada por água, diversas frações de hidrocarbonetos e metais. Contudo, em landfarmings, a biodegradação de algumas classes de hidrocarbonetos pode levar tempo, meses ou anos. Desse modo, tratamentos complementares podem ser utilizados, visando estimular o metabolismo microbiano, tais como a adição de agentes descompactantes e nutrientes no solo. O progresso da biorremediação pode ser acompanhado por meio de medidas da concentração dos contaminantes de interesse, pela análise do metabolismo microbiano e por meio de ensaios biológicos que mensuram as atividades tóxica, genotóxica e mutagênica das amostras avaliadas. O objetivo do presente trabalho foi investigar os efeitos da adição de dois resíduos agroindustriais, casca de arroz e vinhaça, na biorremediação, na genotoxicidade e na mutagenicidade de um solo de landfarming proveniente de uma refinaria de petróleo, por meio de análises químicas, taxa de CO2 liberado por microrganismos e por meio do teste de anormalidades mitóticas e cromossômicas na espécie vegetal Allium cepa. Também foi objetivo desse trabalho avaliar o potencial bioindicador do invertebrado terrestre Rhinocricus padbergi após exposição a amostras do landfarming desativado. Análises histológicas e histoquímicas no intestino médio e no corpo gorduroso perivisceral do diplópodo foram realizadas. Os resultados do presente trabalho mostraram que a casca de arroz, empregada como agente descompactante do solo, constitui uma alternativa economicamente viável para a biorremediação de resíduos derivados da indústria do petróleo. A adição desse material promoveu um aumento da quantidade... (AU)

Processo FAPESP: 06/52383-7 - Analise da toxicidade e mutagenicidade de solo de landfarming, proveniente de refinaria de petroleo, antes e depois de processos que visam estimular a biodegradacao de hidrocarbonetos.
Beneficiário:Tatiana da Silva Souza
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado