Busca avançada
Ano de início
Entree


Estrutura ocupacional e pobreza na região metropolitana de São Paulo, 1991-2010

Texto completo
Autor(es):
Ian Prates Cordeiro Andrade
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Data de defesa:
Membros da banca:
Nadya Araujo Guimaraes; Adalberto Moreira Cardoso; Eduardo Cesar Leão Marques
Orientador: Nadya Araujo Guimaraes
Resumo

No Brasil, o fenômeno da pobreza foi interpretado, mais das vezes, a partir da sua relação com o mercado de trabalho, com a escassez da proteção social e com o processo de expansão do assalariamento. Por outro lado, os estudos sobre estrutura ocupacional raras vezes adotam a pobreza como fenômeno a ser analisado, relegando-a a um mero subproduto das dinâmicas da estratificação social. Esta pesquisa pretende mostrar como podemos incorporar a estrutura ocupacional, a partir da sua relação com as mudanças econômicas e a proteção social, à análise da pobreza. Utilizamos como estudo de caso a Região Metropolitana de São Paulo, observada no período compreendido entre os anos de 1991 e 2010, quando analisamos, à luz de dados censitários, como diferentes padrões da estrutura ocupacional nessas duas décadas condicionaram a dinâmica da pobreza. (AU)

Processo FAPESP: 11/04923-0 - Redes sociais e mercado de trabalho: um estudo de caso entre (ex) beneficiários do Programa Bolsa Família
Beneficiário:Ian Prates Cordeiro Andrade
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado