Busca avançada
Ano de início
Entree

Fábio Santos do Nascimento

CV Lattes ORCID


Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

possui graduação (1996) e mestrado (1998) em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Juiz de Fora-MG. Doutorado em Entomologia pela Universidade de São Paulo (2003) e Pós-doutorado pela Universidade de São Paulo, University of Sheffield-UK e Boston University (Fullbright fellowship). Obteve Livre-docência em Evolução pela FFCLRP-USP (2011). Foi docente da Universidade Federal de Sergipe entre 2006 e 2009. Atualmente é Professor Associado da Universidade de São Paulo, Campus de Ribeirão Preto. Tem experiência na área de Zoologia, com ênfase em Comportamento Animal, atuando principalmente nos seguintes temas: ecologia comportamental, ecologia química, insetos sociais e evolução do comportamento social. Editor Acadêmico da PLoS One, Insectes Sociaux, Neotropical Entomology e Sociobiology. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
Sob outro ponto de vista 
El lenguaje químico de los insectos 
El lenguaje químico de los insectos 
El lenguaje químico de los insectos 
The chemical language of insects 
A linguagem química dos insetos 
Una intrusa entre las abejas 
Estranha no ninho 
Una intrusa entre las abejas 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 26/11/2022
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

Odor específico funciona como "RG" para abelhas, vespas e formigas


Publicado em 18 de junho de 2015 - Agência FAPESP. Sexo, idade e função desempenhada na colônia são algumas das informações passadas pelo aroma dos insetos sociais, aponta estudo feito na USP.

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: