Busca avançada
Ano de início
Entree

Carola Dobrigkeit Chinellato

CV Lattes ResearcherID ORCID Google Scholar Citations


Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Física Gleb Wataghin (IFGW)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Alemanha

Concluí o Bacharelado em Física (1973) e o Doutorado pela Universidade Estadual de Campinas (1982). Fiz pós-doutorado em Heidelberg, Alemanha (1989-1990) e no Forschungszentrum Karlsruhe, na Alemanha(1996). Sou professora da Universidade Estadual de Campinas desde 1974, e atualmente ocupo a posição de professora titular nesta instituição. Fui Diretora Associada do Instituto de Física da Unicamp (1998-2002), respondi pela Diretoria do Instituto em 2002, fui Chefe do Departamento de Raios Cósmicos e Cronologia do Instituto de Física (2003-2004) e Coordenadora Associada da Graduação durante dois períodos de 1993 a 1996. Tenho experiência em pesquisa na área de Física, com ênfase em Física das Partículas Elementares e Campos, atuando principalmente nos seguintes temas: raios cósmicos, astropartículas, física de partículas elementares e física nuclear de altas energias. Sou membro da Colaboração Pierre Auger desde 1994, e tenho atuado em vários Grupos de Trabalho e também no Comitê de Publicações desde 2009, presidindo este comitê desde 2013. No âmbito nacional, participei do Conselho Técnico Científico da Rede Nacional de Física de Altas Energias (RENAFAE) em dois mandatos, de 2012 a 2014, e 2015 a 2018, tendo atuado como Secretária Executiva do seu Conselho Técnico-Científico de 2015 a 2018. Represento o MCTIC no Astroparticle Physics International Forum (APIF). Fui membro do Comitê Assessor de Física e Astronomia do CNPq de 2015 a 2018. Faço parte do Comitê Gestor da FAPESP para o experimento LLAMA e represento a FAPESP em comissões de outros experimentos. Recebi em 2017 o Prêmio de Reconhecimento Docente pela Dedicação ao Ensino de Graduação da UNICAMP. Em 2022, passou a integrar a Comissão de Astropartículas (C4) da International Union of Pure and Applied Physics (IUPAP). Desde 2022 faço parte do Advisory Committee do Southern Wide-field Gamma-ray Observatory (SWGO) project. (Fonte: Currículo Lattes)

Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 13/08/2022
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

Observatório Pierre Auger comemora 20 anos


Publicado em 13 de novembro de 2019 - Agência FAPESP. Fruto de uma colaboração de 17 países, e com detectores distribuídos por uma área duas vezes maior do que a da cidade de São Paulo, o Auger, nos pampas argentinos, é o maior observatório de raios cósmicos do mundo. Dezenas de pesquisadores brasileiros têm participado ativamente dele, desde sua concepção na década de 1990, passando pela construção, o desenvolvimento de detectores, a operação e a análises dos dados. Várias partes dos detectores foram fabricadas por indústrias brasileiras. Uma participante de primeira hora é a física Carola Dobrigkeit Chinellato, nascida na Alemanha, mas radicada no Brasil há mais de seis décadas, quatro das quais vividas no Instituto de Física da Universidade Estadual de Campinas, onde ocupa atualmente a posição de professora titular.

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: