Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Determinação dos parâmetros anatômicos, físico-químico e fitoquímicos das folhas de Solanum lycocarpum A. St.- Hill

Texto completo
Autor(es):
M.E. GALLON ; B.S.P. BARROS ; M.A. SILVA ; S.H.M. DIAS ; G. ALVES-DA-SILVA
Número total de Autores: 5
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Revista Brasileira de Plantas Medicinais; v. 17, n. 4, p. 937-944, 2015.
Resumo

RESUMO A espécie vegetal Solanum lycocarpum, Solanaceae, popularmente conhecida como lobeira, está distribuída por todo o Brasil, principalmente em áreas do cerrado. Estudos comprovam que os frutos possuem diversas atividades e, atualmente, estão sendo utilizados no tratamento da diabetes. As folhas são utilizadas popularmente contra afecções das vias urinárias, cólicas abdominais e renais, espasmos e epilepsia, porém são poucos os estudos científicos que verificam as atividades farmacológicas das folhas. Assim, torna-se necessária a determinação de parâmetros anatômicos, físico-químicos e fitoquímicos que auxiliarão em futuras identificações e controle de qualidade da droga vegetal. Neste estudo foi realizada a coleta, secagem e pulverização das folhas de Solanum lycocarpum para a obtenção da droga vegetal e posterior caracterização desta. As análises microscópicas do pecíolo, nervura central e mesofilo revelaram características típicas da família Solanaceae, observando-se um sistema vascular bicolateral e a presença de areia cristalina e tricomas estrelados. A triagem fitoquímica, constatou a presença de taninos, flavonoides, esteróides e triterpenos, cumarinas e saponinas. Obteve-se o teor médio de 9,90% de perda por dessecação, 7,91% de cinzas totais e de 0,37% de cinzas insolúveis em ácidos. Para as substâncias extraíveis por álcool, o teor médio encontrado foi de 14,479% para o método de extração por Soxhlet e 0,987% para o método de extração a frio. Assim, espera-se que esses dados possam ser utilizados na identificação e controle de qualidade da droga vegetal de Solanum lycocarpum para a produção de novos medicamentos fitoterápicos. (AU)

Processo FAPESP: 09/52237-9 - Fitoterápicos padronizados como alvo para o tratamento de doenças crônicas
Beneficiário:Wagner Vilegas
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Temático