Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

ANÁLISE COMPARATIVA DO ELETROENCEFALOGRAMA EM PACIENTES COM DOENÇA DE ALZHEIMER, LESÃO AXONAL DIFUSA E CONTROLES SAUDÁVEIS: E ANÁLISE LORETA

Texto completo
Autor(es):
Jéssica Natuline Ianof [1] ; Francisco José Fraga [2] ; Leonardo Alves Ferreira [3] ; Renato Teodoro Ramos [4] ; José Luiz Carlos Demario [5] ; Regina Baratho [6] ; Luís Fernando Hindi Basile ; Ricardo Nitrini [8] ; Renato Anghinah [9]
Número total de Autores: 9
Afiliação do(s) autor(es):
[1] University of São Paulo. Medical School Hospital. Neurology Department - Brasil
[2] Federal University of ABC. Modeling and Applied Social Sciences Center - Brasil
[3] Federal University of ABC. Modeling and Applied Social Sciences Center - Brasil
[4] University of São Paulo. Psychiatry Institute - Brasil
[5] Pontifical Catholic of São Paulo. Department of Actuarial and Quantitative Methods - Brasil
[6] Pontifical Catholic of São Paulo. Department of Actuarial and Quantitative Methods - Brasil
[8] University of São Paulo. Medical School Hospital. Neurology Department - Brasil
[9] University of São Paulo. Medical School Hospital. Neurology Department - Brasil
Número total de Afiliações: 9
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Dement. Neuropsychol.; v. 11, n. 2, p. 176-185, 2017-06-00.
Resumo

RESUMO A dooença de Alzheimer (DA) é uma demência que acomete uma grande parcela da população idosa e caracteriza-se pela presença de emaranhados neurofibrilares e placas senis. O traumatismo cranioencefálico (TCE) é uma lesão não degenerativa causada por uma força mecânica externa. Uma das principais causas de TCE é a lesão axonal difusa (LAD), causada por mecanismos de aceleração-desaceleração. Objetivo: Entender as diferenças dos mecanismos funcionais entre os grupos - DA e LAD do ponto de vista eletroencefalográfico. Métodos: Participaram deste estudo 56 indivíduos adultos. Destes, 20 com DA, 19 com LAD e 17 adultos saudáveis submetidos ao EEG de alta resolução com 128 canais. As fontes corticais dos ritmos do EEG foram estimadas pela análise por tomografia eletromagnética exata de baixa resolução (eLORETA). Resultados: A análise por eLORETA mostrou que, em comparação ao grupo controle (CTL), o grupo DA apresentou aumento da atividade teta nos lobos parietal e frontal e diminuição da atividade alfa 2 nos lobos parietal, frontal, límbico e occipital. Em comparação ao grupo CTL, o grupo LAD apresentou aumento da atividade teta nas áreas límbica, occipital sub-lobar e temporal. Conclusão: Os resultados sugerem que os indivíduos com DA e com LAD apresentam comprometimento da atividade elétrica em áreas importantes para a memória e aprendizagem. (AU)

Processo FAPESP: 15/09510-7 - Análise computacional do eletroencefalograma para auxílio ao diagnóstico precoce da Doença de Alzheimer
Beneficiário:Francisco José Fraga da Silva
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular