Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

“Porque eu tinha que cuidar”: significados de cuidado para mulheres cuidadoras de crianças atendidas por um serviço de Saúde Mental

Texto completo
Autor(es):
Julia Piva Larangeira [1] ; Eunice Nakamura [2]
Número total de Autores: 2
Afiliação do(s) autor(es):
[1] Universidade Federal de São Paulo. Programa de Residência Multiprofissional em Saúde Mental - Brasil
[2] Unifesp. Instituto de Saúde e Sociedade. Departamento de Políticas Públicas e Saúde Coletiva - Brasil
Número total de Afiliações: 2
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Interface (Botucatu); v. 27, 2023-11-13.
Resumo

O artigo apresenta resultados de uma pesquisa que teve como objetivo identificar e compreender os significados de cuidado elaborados por mulheres cuidadoras de crianças usuárias de um Centro de Atenção Psicossocial Infantojuvenil (CAPSij), durante a pandemia de Covid-19. A pesquisa etnográfica, realizada entre novembro de 2020 e fevereiro de 2021, baseou-se em entrevistas semiestruturadas de cinco mulheres cuidadoras: duas avós e três mães. Respeitando as orientações de isolamento social, essas entrevistas foram realizadas por telefone. Para essas mulheres, “cuidar é preciso”, “cuidar é mudar de vida” e “cuidar é manter uma rotina”, mesmo no contexto pandêmico, pois elas seguem cuidando. O cuidado necessário e profundamente arraigado nas práticas cotidianas dessas mulheres evidencia a condição de vulnerabilidade social em que se encontram como cuidadoras mulheres, em um lugar marcado por desigualdades em relação aos homens. (AU)

Processo FAPESP: 19/23981-3 - Significados de cuidado para mulheres familiares de crianças usuárias de um CAPSi de Santos-SP
Beneficiário:Julia Piva Larangeira
Modalidade de apoio: Bolsas no Brasil - Iniciação Científica