Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Percepção da fala em crianças em situação de ruído

Texto completo
Autor(es):
Jacob, Regina Tangerino de Souza [1] ; Monteiro, Natália Fernanda Garro ; Molina, Samira Vilela ; Bevilacqua, Maria Cecília ; Lauris, José Roberto Pereira ; Moret, Adriane Lima Mortari
Número total de Autores: 6
Afiliação do(s) autor(es):
[1] Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Odontologia de Bauru - Brasil
Número total de Afiliações: 6
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia (Impresso); v. 15, n. 2, p. 163-167, 2011.
Área do conhecimento: Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Assunto(s):Audiologia   Ruído   Percepção da fala   Crianças
Resumo

A habilidade em compreender a fala é afetada por muitos fatores durante as avaliações, principalmente no ruído, sendo ainda mais complexa para crianças nessas condições. Analisar a percepção da fala em crianças com audição normal em diferentes situações de ruído. Forma de estudo corte transversal. Foi utilizado o Brazilian Hearing in Noise Test (HINT) em 21 crianças de sete a 14 anos com audição dentro dos padrões de normalidade, e sem alterações cognitivas. Foram aplicadas, aleatoriamente, as listas de sentenças nas seguintes situações: silêncio (S); ruído de frente (RF); ruído à direita (RD); ruído à esquerda (RE); ruído a 180o. (RT) e comparado o resultado de ruído composto (RC) com ruído difuso a partir de quatro campos de som em 45o; 135o; 225o e 315o (4CXS). A análise estatística revelou diferença significativa entre as seguintes situações: RD com RF; RT com RF; sendo pior com 4CXS, onde foi encontrada diferença para RD, RT, RC, RE e RF. Para a análise de correlação com a idade, houve significância entre a idade em função dos valores HINT apenas para o ruído à frente. As diferenças significativas nos resultados de percepção da fala entre as diferentes condições de escuta no ruído na população estudada sugerem cautela na escolha do estímulo em avaliações de percepção da fala no ruído em crianças deficientes auditivas. Assim, pesquisas nessa linha são necessárias para estabelecer os parâmetros e variáveis relacionadas à sua aplicação e a interpretação dos resultados. (AU)

Processo FAPESP: 07/07599-4 - Efetividade do sistema FM em crianças deficientes auditivas
Beneficiário:Regina Tangerino de Souza Jacob
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular