Busca avançada
Ano de início
Entree

Fator de crescimento insulina-símile i como elemento efetor da citocina IL-4 no desenvolvimento da infeccção por Leishmania major

Processo: 18/14175-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de setembro de 2018 - 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Hiro Goto
Beneficiário:Hiro Goto
Instituição-sede: Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (IMT). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Leishmania major  Citocinas  Imunoparasitologia  Macrófagos  RNA interferente pequeno 

Resumo

Certas citocinas modulam a expressão do fator de crescimento insulina-símile (IGF) -I. Uma vez que IL-4 e IGF-I promovem o crescimento do protozoário Leishmania major, abordamos aqui sua interação regulando negativamente a expressão de mRNA de Igf-I usando RNA de interferencia (siRNA) em macrófagos infectados por Leishmania major. O parasitismo foi diminuído nas células tratadas com siRNA em comparação com as células não tratadas, revertidas pela adição de IGF-I recombinante (rIGF-I). Nos macrófagos estimulados com IL-4, o parasitismo e a quantidade de mRNA de Igf-I aumentaram e os efeitos foram anulados com a transfecção de siRNA. A regulação negativa do IGF-I inibiu a ativação da arginase de parasitas e macrófagos, mesmo em células estimuladas por IL-4. A pesquisa da sinalização intracelular sob transfecção com siRNA, as proteínas p44, p38 e Akt fosforiladas foram reduzidas, afetando a via da fosfatidilinositol-3-quinase (PI3K) / Akt; esses efeitos foram revertidos pela adição de rIGF-I. Em camundongos resistentes a C57BL6 infectados com L. major, a pré-incubação do parasita com rIGF-I alterou o perfil de infecção para ser semelhante ao dos camundongos suscetíveis. Concluímos que o IGF-I constitui um elemento efetor da IL-4 envolvendo a via PI3K / Akt durante a infecção por L. major. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.