Busca avançada
Ano de início
Entree

Plataforma digital de pesquisa e simulação gráfica dos parâmetros de uso e ocupação do solo urbano de municípios brasileiros

Resumo

Este projeto de pesquisa inovativa tecnológica tem como objetivo a criação de uma plataforma digital para consulta e simulação gráfica em imagens e modelos tridimensionais de parâmetros urbanísticos de uso, ocupação e parcelamento do solo urbano de diferentes municípios brasileiros. Demonstrando-se a viabilidade desta proposta abre-se a perspectiva de um produto na forma de um aplicativo para smartphones e uma aplicação para navegador da web como serviço de consulta e simulação de parâmetros de legislações urbanísticas de municípios brasileiros que facilite a tomada de decisão de proprietários, investidores e arquitetos; a elaboração de projetos de arquitetura de acordo com a legislação local e, posteriormente, sua aprovação nos órgãos competentes. O sistema ainda visa responder com agilidade algumas questões típicas do dia a dia de arquitetos, proprietários de imóveis e investidores: O que é possível construir em um determinado terreno? Quantos metros quadrados são possíveis construir? Quantos pavimentos? Quais são os recuos obrigatórios? Qual seria a volumetria simplificada de uma construção neste terreno? Estas perguntas não são fáceis de serem respondidas atualmente porque a consulta aos parâmetros urbanísticos de uso, ocupação e parcelamento do solo urbano nos municípios brasileiros, em sua maioria, demanda conhecimento específico. A dificuldade para compreender as categorias das leis de zoneamento urbano, alterações no Plano Diretor que problematizam a localização e a compreensão dos indicadores urbanísticos necessários para a implantação de novos imóveis, reformas e até padrões de uso do solo. O sistema consiste em uma plataforma digital com o objetivo de simplificar, acelerar e democratizar o acesso aos parâmetros urbanísticos de diferentes cidades. Através de uma abordagem gráfica, utilizando infografias e diagramas para representar os indicadores urbanísticos. A primeira fase de implantação da Superquadras pretende abranger 03 cidades (São José dos Campos, Jacareí e Taubaté) total de 1.241.023 habitantes. A utilização das informações brutas referente à localização das diferentes zonas urbanas geoprocessadas para interagir com o API (Application Programming Interface ou Interface de Programação de Aplicativos) ligado aos serviços de visualização de informações geográficas como google maps, mapBox ou similares servirão para delimitar as poligonais do zoneamento. Utilização de Banco de Dados externo para viabilizar a integração dentro da plataforma de mais de uma cidade. Priorizando o compartilhamento das informações pesquisadas de forma simples e ampla, esses dados entregues em e-mails e redes sociais agregando novos usuários e valor econômico a plataforma. (AU)