Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação entre padrões alimentares, composição corporal, sarcopenia e fragilidade em idosos da comunidade

Processo: 18/25591-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2019 - 30 de abril de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Pesquisador responsável:Ligiana Pires Corona
Beneficiário:Ligiana Pires Corona
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Pesq. associados:André Fattori ; Marciane Milanski Ferreira ; Tábatta Renata Pereira de Brito
Assunto(s):Nutrição do idoso  Consumo de alimentos  Padrão alimentar  Índice Inflamatório Dietético (IID)  Sarcopenia  Composição corporal  Fragilidade 

Resumo

Na saúde coletiva para uma melhor compreensão da realidade e determinantes alimentares na saúde, são feitos estudos de padrões alimentares que estabelecem diferentes relações entre nutrição e os processos de saúde, especialmente nos indivíduos idosos, que em geral apresentam multimorbidades, polifarmácia, fatores socioeconômicos e psicológicos, que acarretam em pouca variedade alimentar e alto risco nutricional. Sendo assim, o presente estudo tem por objetivo identificar e descrever os padrões alimentares (a priori e a posteriori) de idosos da comunidade e avaliar sua associação com composição corporal, sarcopenia e fragilidade. A presente proposta amplia um estudo em andamento intitulado: "Avaliação da prevalência de deficiência de micronutrientes em idosos residentes em cidades da região de Campinas - SP". A amostra prevista é de 600 idosos cadastrados na Estratégia Saúde da Família (ESF) nos municípios de Campinas, Limeira e Piracicaba, propondo medidas adicionais e outros objetivos específicos, separados em duas partes, uma envolvendo os dados da amostra total e outra com objetivos para uma sub-amostra. São coletados dados pessoais e socioeconômicos, condições de saúde e nutricionais. A partir de dados de recordatórios de 24h, serão identificados padrões alimentares a posteriori, utilizando análise de componentes principais, e a priori (neste caso, utilizando o Índice Inflamatório Dietético). Serão avaliadas as associações entre os padrões alimentares e composição corporal, sarcopenia e fragilidade. Para o presente projeto, propõe-se a inclusão de imagem de ultrassonografia (US) como medida direta de composição corporal para a sub-amostra de 120 idosos, bem como aferição da pressão arterial, e a dosagem de triglicérides e proteína C reativa no sangue para caracterização da síndrome metabólica. (AU)