Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores de resistência a antimicrobianos: caracterização de AmpC, KPC e MCR-1 em enterobactérias isoladas na cadeia produtiva de frango de corte

Processo: 19/02164-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2019 - 30 de abril de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Fernando Antonio de Avila
Beneficiário:Fernando Antonio de Avila
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Pesq. associados:Marita Vedovelli Cardozo
Assunto(s):Frangos de corte  Carne de frango  Bacteriologia  Microbiologia veterinária  Resistência microbiana a medicamentos  Resistência beta-lactâmica  Colistina  Carbapenêmicos  Biologia molecular 

Resumo

O Brasil é o maior exportador e o terceiro maior produtor de carne de frango do mundo, e isso faz com que as exigências sejam rígidas, especialmente na questão da qualidade do produto exportado. Qualquer problema nesse setor pode ser um risco para o agronegócio. Paralelamente à importância da avicultura no país, sabe-se que a utilização de antibióticos como promotores de crescimento neste setor pode ser o principal responsável pelo crescente número de enterobactérias resistentes a uma grande diversidade de antimicrobianos. E o maior problema deste fato é que o surgimento de novos recursos terapêuticos não acompanha a evolução dos mecanismos de resistência bacterianas, tornando as infecções causadas por estas estirpes um grave problema de saúde pública. Baseado nisso, o presente trabalho tem como objetivo detectar e caracterizar a presença dos principais e mais atuais fatores de resistência, sendo eles: resistência a betalactâmicos (AmpC), carbapenêmicos (KPC) e colistinas (MRC-1), em enterobactérias isoladas em toda a cadeia produtiva de aves de corte, compreendendo os animais, os alimentos e os consumidores. Após a triagem fenotípica através da utilização de antimicrobianos, a detecção genotípica será através de PCR e sequenciamento. Além disso, será definido o grupamento filogenético, bem como o perfil clonal dos isolados produtores dos genes pesquisados por PFGE e MLST. Os resultados desse estudo serão fundamentais para auxiliar na compreensão dos perfis de genes de resistência mais frequentes na cadeia de produção de frango de corte do estado de São Paulo, e mostrar a correlação da existência de genes de resistência em animais e humanos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAMILA CHIODA DE ALMEIDA; THAYLANE PAULA FINANCI; MARITA VEDOVELLI CARDOZO; LUCAS JOSE LUDUVERIO PIZAURO; NATALIA PEREIRA; MYLENA KAROLINE VALMORBIDA; MARIANA MONEZI BORZI; BRUNO WEISS; FERNANDO ANTÔNIO DE ÁVILA. Enterobacteriaceae in calves, cows and milking environment may act as reservoirs of virulence and antimicrobial resistance genes. FOOD SCIENCE AND TECHNOLOGY, n. ahead, p. -, 2020.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.