Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise das consequências da pandemia COVID-19 para enfermeiros do Brasil

Processo: 21/07501-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2022 - 29 de fevereiro de 2024
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Saúde Pública
Pesquisador responsável:Elucir Gir
Beneficiário:Elucir Gir
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados: Ana Cristina de Oliveira e Silva ; Andressa Silva Torres dos Santos ; Christopher Wagstaff ; Eliã Pinheiro Botelho ; Hemílio Fernandes Campos Coelho ; Laelson Rochelle Milanês Sousa ; Marli Teresinha Gimeniz Galvão ; Mayra Gonçalves Menegueti ; Pedro Henrique Tertuliano Leoni ; Renata Karina Reis ; Sandra Cristina Pillon ; William Sorensen ; Wynne Pereira Nogueira
Bolsa(s) vinculada(s):22/03368-8 - Análise dos riscos de fadiga decorrentes da pandemia COVID-19 entre enfermeiros brasileiros nos anos de 2020 e 2022, BP.PD
Assunto(s):Enfermeiras e enfermeiros  Saúde mental  Estresse psicológico  Resiliência psicológica  Ferimentos e lesões  Equipamentos de proteção  Pandemias  Infecções por Coronavirus  COVID-19  SARS-CoV-2 

Resumo

Enfermeiros foram expostos a uma carga exaustiva de trabalho desde o início da Pandemia COVID-19 e apresentaram consequências como estresse físico e mental, fadiga e sintomas de depressão entre outros. O objetivo principal deste estudo é analisar as consequências da COVID-19 entre enfermeiros brasileiros nos anos de 2020 e 2021 e os secundários são: Estimar o risco de lesões decorrentes do uso de máscaras N-95 e de protetor facial no contexto da pandemia da COVID-19; Estimar o risco de fadiga e o efeito de seus fatores associados para enfermeiros brasileiros; Estimar o risco de ocorrência de sintomas de depressão e o efeito de seus fatores associados para enfermeiros; Avaliar a prevalência da COVID-19 e seus fatores associados para enfermeiros brasileiros; Avaliar os níveis de resiliência e seus fatores associados entre enfermeiros brasileiros; Comparar as consequências da COVID-19 entre enfermeiros brasileiros nos anos de 2020 e 2021; Compreender as consequências da COVID-19 entre enfermeiros brasileiros. Método: Estudo de método misto de desenho explicativo sequencial, tipo inquérito on-line que será realizado nas cinco regiões do Brasil. Visa dar continuidade a um projeto multicêntrico nacional, financiado pelo CNPq, cuja coleta de dados ocorreu no Segundo semestre de 2020. Serão incluídos enfermeiros que atuam na prestação de assistência a pacientes nos diferentes serviços de saúde do Brasil. A amostra estimada é de 5331 enfermeiros. A coleta de dados será realizada por meio de mídias sociais (Facebook, Twitter, Instagram, Whatsapp e e-mail). O questionário será construído na plataforma SurveyMonkey. Os dados serão analisados através de testes estatísticos como qui-quadrado e/ou Exato de Fisher e análise de regressão logística. Será considerado o nível de confiança de 95% para todas as análises. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)