Busca avançada
Ano de início
Entree

Remodelamento pulmonar em um modelo de asma crônica: avaliação do papel das células dentríticas

Processo: 05/59136-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2006 - 31 de janeiro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia
Pesquisador responsável:Carla Lima da Silva
Beneficiário:Carla Lima da Silva
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fatores de crescimento do endotélio vascular  Asma  Metaloproteinases 

Resumo

Uma variedade de células e de mediadores estão envolvidos na fisiopatologia da asma. Por outro lado, é pobremente compreendida a relação entre a inflamação das vias aéreas, principalmente a participação de células dendríticas mielóides e o processo de remodelamento pulmonar. O remodelamento inclui descamação epitelial, espessamento da membrana basal (lâmina reticular), fibrose subepitelial por deposição de colágeno e fibronectina, hiperplasia e hipertrofia da musculatura lisa, hiperplasia das glândulas de muco e neovascularização com aumento nos níveis de VEGF. O papel das proteases MMP2 e MMP9 no remodelamento pulmonar ainda está por ser esclarecido. A maioria dos modelos animais de asma se restringem à verificação das alterações agudas e poucos modelos reproduzem as alterações estruturais e funcionais pulmonares do remodelamento pulmonar. Nosso objetivo é estudar num modelo de asma crônica o papel das células dendríticas na indução do remodelamento pulmonar (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.