Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão gênica promíscua no timo e sua relação com o desenvolvimento de doenças auto imunes

Processo: 06/54788-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2006 - 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunogenética
Pesquisador responsável:Geraldo Aleixo da Silva Passos Júnior
Beneficiário:Geraldo Aleixo da Silva Passos Júnior
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Transcriptoma  Camundongos endogâmicos  Análise de sequência com séries de oligonucleotídeos  Timo 

Resumo

O projeto atual está dentro da linha de imunogenética molecular das doenças autoimunes e refere-se ao estudo comparativo da expressão gênica promíscua de antígenos específicos de tecidos (TSAs) em células do epitélio do timo (TECs) de camundongos das linhagens NOD (non obese diabetic) que reproduz o diabetes melitus do tipo 1, DBA-1 e DBA-2 que representam um sistema-modelo de indução de artrite reumatóide. Faremos as análises durante a transição do estado pré autoimune ® autoimune. Utilizaremos a tecnologia dos cDNA microarrays e programas de bioinformática aplicados à mensuração da expressão gênica em larga escala (análise do transcriptoma) pois concebemos que fenômenos complexos como a indução de tolerância imunológica e o surgimento de doenças autoimunes só serão melhor entendidos por meio da genômica funcional em larga. escala. A idéia central é traçarmos assinaturas de expressão gênica diferencial de células TEC em diferentes fases (estado pré autoimune ® transição ® estado autoimune) e, com o uso de programas de bioinformática aplicados à análise de dados de microarrays (Cluster e Tree View e SAM), apontarmos genes de TSAs que, uma vez modulados no timo (indução ou repressão), poderão influenciar o surgimento da autoimunidade. Pretendemos avaliar o efeito da expressão do gene AIRE (autoimmune regulator) sobre a expressão de TSAs no timo fazendo uso da técnica de RNA interference (RNAi) in vitro em culturas de timo adulto (adult thymus organ culture, ATOC). Os resultados deste projeto serão úteis para um melhor entendimento das bases genético moleculares do controle da discriminação do próprio/não próprio no timo com implicações no surgimento destas doenças autoimunes. (AU)