Busca avançada
Ano de início
Entree

Necrose ossea nos maxilares relacionada com o uso de bisfosfonatos.

Resumo

Os bisfosfonatos representam um grande avanço no tratamento de várias doenças ósseo metabólicas e são utilizados largamente com grande sucesso desde o século passado, no tratamento da osteoporose, assim como no controle de metástases ósseas. Osteonecrose dos maxilares foi descrita pela primeira vez 2003, como uma complicação possivelmente associada ao uso de bisfosfonatos. Desde então, vários casos vêm sendo descritos, a grande maioria deles em pacientes oncológicos, que utilizam múltiplas medicações, o que dificulta a identificação de uma relação causal direta, entretanto alguns casos em pacientes tratadas para osteoporose também foram encontrados. A maioria destes estudos foram feitos através de descrição de casos ou revisão de prontuário. Nossa proposta será avaliar a prevalência desta osteonecrose em diferentes populações que fazem uso crônico de bisfosfonatos e identificar sua correlação com a imagem radiológica das maxilas e com marcadores de remodelação óssea. Para tanto, será realizado um estudo transversal em 3 populações diferentes: portadoras de câncer de mama metastático em uso de bisfosfonatos endovenosos, portadoras câncer de mama metastático sem uso de bisfosfonatos e um terceiro grupo de mulheres com osteoporose em uso de bisfosfonatos orais. Serão avaliadas cerca de 400 pacientes provenientes do ambulatório de Osteoporose da Disciplina de Endocrinologia da UNIFESP e do ambulatório de Câncer de Mama do Hospital Pérola Byington, todas usuárias de bisfosfonatos, além de cerca de 200 mulheres atendidas no Ambulatório de Câncer de Mama da Disciplina de Mastologia da UNIFESP que não fazem uso de bisfosfonatos. Todas as pacientes do estudo serão submetidas a um exame clínico intra-oral e a uma radiografia panorâmica. Serão revisados todos os prontuários e será feito um questionário individual. Todas pacientes que apresentarem necrose óssea de maxila, assim como 50 sorteadas aleatoriamente de cada grupo farão uma coleta sanguínea para análise dos marcadores do metabolismo ósseo. Os dados serão posteriormente tabulados e analisados.Justificativa: avaliar prevalência de osteonecrose de maxilas em nosso meio, assim como identificar fatores de risco para o desenvolvimento de tal complicação. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SOARES, ANA LAURA; SIMON, SERGIO; GEBRIM, LUIZ HENRIQUE; NAZARIO, AFONSO CELSO P.; LAZARETTI-CASTRO, MARISE. Prevalence and risk factors of medication-related osteonecrosis of the jaw in osteoporotic and breast cancer patients: a cross-sectional study. SUPPORTIVE CARE IN CANCER, v. 28, n. 5, p. 2265-2271, MAY 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.