Busca avançada
Ano de início
Entree

Obesidade com e sem síndrome metabólica, como fator de risco para câncer de mama

Processo: 09/54563-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2010 - 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Angela Maggio da Fonseca
Beneficiário:Angela Maggio da Fonseca
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ginecologia  Neoplasias mamárias  Estrógenos  Obesidade  Menopausa 

Resumo

Evidencias epidemiológicas ligam o câncer de mama, típico tumor endócrino dependente, com estilo de vida em particular a hábitos alimentares. Obesidade visceral e ganho de peso corporal são considerados responsáveis por aumento no risco de câncer de mama na pós menopausa. De fato a glândula mamaria é sensível a taxa de estrógenos circulantes e a obesidade é usualmente associada com altas taxas de esteróides livres. Os efeitos dos estrógenos são mediados pelos receptores (RE). Estudos apontam para dois tipos de câncer relacionados com os RE: o primeiro RE negativo é caracterizado por ser mais agressivo e de maior incidência na pré menopausa. O segundo RE positivo, que ocorre mais comumente na pós menopausa. Portanto os estrógenos representam um papel crucial na patogênese e prognóstico do câncer de mama. Até o momento há dois REs conhecidos, REalfa e REbeta (Abrantes M.M, et al, 2003). Os genes que codificam proteínas envolvidas na biossíntese, ação e matabolização do estrógenos são polimórficos (Cai et al, 2003; Haiman et al, 2003). Polimorfismo é uma variação genética de ocorrência habitual na população geral, encontrado em freqüência superior de 1% (Schor et al, 2004). Há vários polimorfismos conhecidos no gene do REalfa, alguns dos quais podem alterar a função do receptor. Dos polimorfismos conhecidos, Pvull, XbaleGTn. O genótipo Xbal poderia modificar o risco individual de câncer de mama em mulheres na pós menopausa (Shin A et al, 2003). Com base nisso, esse estudo avaliará a eventual associação entre genes polimorfos Pvull, Xbal e GTn em mulheres na pós menopausa com eventos clínicos (obesidade e síndrome metabólica) (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pesquisa associa mama densa na pós-menopausa a mutação 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SOUZA, MARILENE ALICIA; FONSECA, ANGELA MAGGIO; BAGNOLI, VICENTE R.; DE BARROS, NESTOR; FRANZOLIN, SOLANGE O. B.; CARVALHO, KATIA C.; SOARES-, JR., JOSE MARIA; BARACAT, EDMUND C. Polymorphisms of estrogen receptor-alpha gene in Brazilian women with high breast density after menopause. Gynecological Endocrinology, v. 29, n. 8, p. 771-774, AUG 2013. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.