Busca avançada
Ano de início
Entree

Laser ablation como complementação da metodologia ICP-MS no IGC-USP

Processo: 04/08856-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de abril de 2005 - 31 de outubro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Celso de Barros Gomes
Beneficiário:Celso de Barros Gomes
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Geoquímica  Mineralogia  Rochas alcalinas  Rochas ígneas 
As informações de acesso ao Equipamento Multiusuário são de responsabilidade do Pesquisador responsável
Página web do EMU: Página do Equipamento Multiusuário não informada
Tipo de equipamento: Tipo de Equipamento Multiusuário não informado
Fabricante: Fabricante não informado
Modelo: Modelo não informado

Resumo

Este projeto de pesquisa objetiva basicamente investigar as numerosas manifestações de atividade magmática alcalina ocorridas na plataforma sul-americana desde o permo-triássico (250-240 Ma) até o oligoceno (~39Ma) e que se estenderam pelos territórios de quatro países: Brasil, Paraguai, Bolívia e Uruguai, além do trabalho central, direcionado para o estudo sistemático dessas ocorrências sob os seus mais diversos aspectos (mineralógicos, petrográficos, geoquímicos, petrológicos, geocronológicos e paleomagnéticos), o projeto contempla ainda 3 outras unhas de pesquisa de interesse mais específico (1. A descrição de novas intrusões Kimberlíticas na região norte do Brasil; 2. A caracterização geoquímica de associações carbonatíticas presentes nos países acima, a exceção do Uruguai, e sua correlação com litologias congêneres do continente africano, notadamente de angola e da namíbia; 3. A definição do padrão de comportamento estrutural de corpos alcalinos em diversos ambientes geológicos e a integração dos dados coligidos, de forma a ter-se visão mais geral sobre a sua colocação e comportamento tectônico), que certamente produzirão subsídios valiosos para o melhor conhecimento da origem e das fontes geradoras dessas rochas, bem como da evolução do magmatismo alcalino como um todo. Para a execução o projeto deverá contar com a participação de docentes do IGC e do IAG da USP, além de grande número de pesquisadores do exterior, notadamente de universidades Italianas. (AU)