Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do papel funcional da expressão intra- e extracelular de PAR-4 (prostate apoptosis response-4) na tumorigênese da mama: implicações na quimiosensibilidade e potencial antitumoral

Processo: 13/07035-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2013 - 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Maria Aparecida Nagai
Beneficiário:Maria Aparecida Nagai
Instituição-sede: Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Octavio Frias de Oliveira (ICESP). Coordenadoria de Serviços de Saúde (CSS). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Bryan Eric Strauss
Assunto(s):Marcador molecular  Neoplasias mamárias  Genes supressores de tumor  Proteínas WT1  Apoptose  Análise de sequência de DNA  Mutação 

Resumo

O câncer de mama é a neoplasia mais comum e a principal causa de morbidade e mortalidade entre as mulheres no mundo. No Brasil, dados de registros de câncer do Ministério da Saúde apontam o câncer de mama como a segunda neoplasia maligna mais frequente e a principal causa de mortalidade na população feminina, com estimativas de ocorrência de 52 mil novos casos de câncer de mama para o biênio 2012/2013, representando um importante problema de saúde no país (INCA, Ministério da Saúde 2012; http://www.inca.gov.br). Nas últimas duas décadas, diversos estudos foram realizados buscando identificar alterações genéticas que possam ser utilizadas como marcadores no câncer de mama, entretanto, com poucas exceções, como é o caso do HER2, que é utilizado na clínica com sucesso, poucos biomarcadores efetivos foram identificados. Diversas evidências experimentais indicam que o gene PAWR (PKC apoptosis WT1 regulator; também denominado de PAR-4, prostate apoptosis response-4) desempenha papel central na sobrevida celular e tem potencial terapêutico com seletividade para células tumorais. O PAR-4 tem papel importante nas vias intrínseca e extrínseca da apoptose, induzindo apoptose por sua habilidade de ativar a via de sinalização Fas-FasL-FADD-caspase 8, por inibir a via de sobrevivência celular do NF-kB, que requer a fosforilação de PAR-4 no resíduo T155 mediada por PKA e também por sua capacidade de regular negativamente a expressão da proteína anti-apoptótica Bcl-2. A expressão de PAR-4 endógeno não é suficiente para causar a morte celular, mas é essencial para aumentar a sensibilidade da maioria das células de câncer a um segundo estímulo apoptótico. A proteína Par-4 também pode ser secretada por células normais ou tumorais induzindo apoptose em células vizinhas. Além disso, estudos in vivo demonstraram que animais transgênicos expressando Par-4 ou o domínio SAC de Par-4 apresentam desenvolvimento normal e são resistentes ao desenvolvimento de câncer, sugerindo que a proteína Par-4, ou o domínio SAC de Par-4, apresenta propriedade antitumoral, com potencial terapêutico e seletividade para células tumorais. Este projeto visa dar continuidade ao estudo do papel funcional do gene PAR-4 em câncer de mama, explorando resultados obtidos em projetos anteriores desenvolvidos em nosso laboratório (Processo No 2006/01026-0 e 2010/16543-5). Para isto serão desenvolvidos cinco subprojetos utilizando modelo de câncer de mama, in vitro e in vivo, com a aplicação de diferentes técnicas de biologia molecular e celular. Os principais objetivos são: 1) validar o papel de Par-4, intracelular e secretado, na sobrevida e quimiosensibilidade em diferentes células de câncer de mama em cultura; 2) investigar o papel desempenhado por Par-4 no microambiente e nas células de câncer de mama na formação de tumor e na quimiosensibilidade ao docetaxel e 5-Fluoracil; 3) utilizar a técnica de Chip-Seq visando identificar potenciais sítios de ligação para o gene supressor de tumor PAR-4 em células de câncer de mama; 4) realizar um estudo piloto para a construção e caracterização do potencial antitumoral de vetores adenovirais contendo o domínio SAC de Par-4 com potencial vacinal; e 5) utilizar técnica de sequenciamento de nova geração para identificação de mutações no gene PAR-4 em tumores de mama. Participarão do projeto pesquisadores da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) e do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP) e alunos de iniciação científica, mestrado e doutorado.Os resultados deste estudo deverão gerar novos conhecimentos que permitam melhorar nossa compreensão sobre o papel do gene supressor de tumor Par-4 no processo de tumorigênese da mama e levar a caracterização de seu potencial como biomarcador na avaliação de risco, prognóstico e seleção mais adequada de regimes terapêuticos para as pacientes com câncer de mama. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE ALCANTARA FILHO, PAULO R.; MANGONE, FLAVIA R.; PAVANELLI, ANA C.; DE BESSA GARCIA, SIMONE A.; NONOGAKI, SUELY; DE TOLEDO OSORIO, CYNTHIA A. B.; DE ANDRADE, VICTOR P.; NAGAI, MARIA A. Gene expression profiling of triple-negative breast tumors with different expression of secreted protein acidic and cysteine rich (SPARC). BREAST CANCER MANAGEMENT, v. 7, n. 2 MAY 2018. Citações Web of Science: 0.
DE BESSA GARCIA, SIMONE APARECIDA; PAVANELLI, ANA CAROLINA; CRUZ E MELO, NATALIA; NAGAI, MARIA APARECIDA. Prostate apoptosis response 4 (PAR4) expression modulates WNT signaling pathways in MCF7 breast cancer cells: A possible mechanism underlying PAR4-mediated docetaxel chemosensitivity. International Journal of Molecular Medicine, v. 39, n. 4, p. 809-818, APR 2017. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.