Busca avançada
Ano de início
Entree

Aspectos ontogenéticos, funcionais e evolutivos das variações cambiais em traqueófitas

Resumo

Variações cambiais são formas alternativas de crescimento secundário geradoras de grande diversidade anatômica e que surgiram várias vezes ao longo da evolução das plantas vasculares desde Pteridospermas fósseis, "Gimnospermas" a Eudicotiledôneas. As variações cambiais vêm sendo estudadas desde o século XIX e chamam a atenção por gerarem novas arquiteturas nos órgãos em que estão presentes, como nos caules tomando a forma de escadas (cipó escada de jabuti, Bauhinia-Leguminosae), cabos (Sapindaceae), cruzes de malta (Bignoniaceae), dentre outras. Variações cambiais também costumam ser táxon-específicas, sinapomórficas de alguns clados, como Bignonieae, tribo de Bignoniaceae, e Menispermaceae. As variações cambiais são muito diversas, mas podem ser divididas em dois grandes grupos: a) derivadas de um único câmbio ou b) derivadas de múltiplos câmbios. Apesar de conhecer-se bastante sobre os tipos das variações cambiais e as famílias onde ocorrem, pouco se sabe sobre os mecanismos geradores destas variações e as pressões evolutivas que favoreceriam o seu estabelecimento. Sabe-se que são mais comuns nos caules de lianas, tendo surgido múltiplas vezes em plantas com este hábito. A presença de variação cambial em lianas esta relacionada com o reparo a injúrias, no armazenamento de água e carboidratos, no desenvolvimento e sazonalidade da formação de xilema, na melhor condução de fotossintatos e também na variação da biomecânica do caule. Contudo, apesar da importância evidente das variações cambiais, pouco ainda se sabe sobre os mecanismos atuantes em sua seleção, sua ontogenia nos caules e raízes e seu padrão de evolução. Várias questões sobre o tema da variação cambial necessitam de respostas. Assim, no presente trabalho pretende-se adotar uma abordagem integrativa dentro da anatomia vegetal para explorar os seguintes aspectos, subdivididos em subprojetos: i. estudo do desenvolvimento das variações cambiais em caules e raízes; ii. sazonalidade da atividade cambial de espécies lianescentes com e sem variações cambiais; iii. anatomia comparada do sistema vascular: xilema e floema, de lianas e eretas; iv. impacto das diferentes formas da variação cambial presentes em Bignonieae (Bignoniaceae) no crescimento, biomecânica e condutividade hídrica de lianas em uma floresta de terra firme da Amazônia Central. Com esta abordagem pretende-se levantar dados que contribuam para uma melhor compreensão do papel das variações cambiais na evolução das plantas vasculares como um todo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas (9)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GEROLAMO, CAIAN S.; NOGUEIRA, ANSELMO; PACE, MARCELO R.; ANGYALOSSY, VERONICA. Interspecific anatomical differences result in similar highly flexible stems in Bignoniaceae lianas. AMERICAN JOURNAL OF BOTANY, v. 107, n. 12 DEC 2020. Citações Web of Science: 0.
PACE, MARCELO R.; CUNHA NETO, ISRAEL L.; SANTOS-SILVA, LEYDE N. N.; MELO-DE-PINNA, GLADYS F. A.; ACEVEDO-RODRIGUEZ, PEDRO; ALMEIDA, RAFAEL F.; AMORIM, ANDRE M.; ANGYALOSSY, VERONICA. First report of laticifers in lianas of Malpighiaceae and their phylogenetic implications. AMERICAN JOURNAL OF BOTANY, v. 106, n. 9, p. 1156-1172, SEP 2019. Citações Web of Science: 0.
GEROLAMO, CAIAN SOUZA; NOGUEIRA, ANSELMO; CAPELLOTTO COSTA, FLAVIA REGINA; DE CASTILHO, CAROLINA V.; ANGYALOSSY, VERONICA. Local dynamic variation of lianas along topography maintains unchanging abundance at the landscape scale in central Amazonia. JOURNAL OF VEGETATION SCIENCE, v. 29, n. 4, p. 651-661, JUL 2018. Citações Web of Science: 0.
PACE, MARCELO R.; ACEVEDO-RODRIGUEZ, PEDRO; AMORIM, ANDRE M.; ANGYALOSSY, VERONICA. Ontogeny, structure and occurrence of interxylary cambia in Malpighiaceae. FLORA, v. 241, p. 46-60, APR 2018. Citações Web of Science: 4.
AMORIM, ANDRE M.; MARINHO, LUCAS C.; PESSOA, CLEITON; PACE, MARCELO R. A new Heteropterys (Malpighiaceae) from semideciduous forest, with notes on wood anatomy. PLANT SYSTEMATICS AND EVOLUTION, v. 303, n. 2, p. 177-185, FEB 2017. Citações Web of Science: 3.
CABANILLAS, PABLO A.; PACE, MARCELO R.; ANGYALOSSY, VERONICA. Structure and ontogeny of the fissured stems of Callaeum (Malpighiaceae). IAWA Journal, v. 38, n. 1, p. 49-66, 2017. Citações Web of Science: 3.
BASTOS, CAROLINA LOPES; TAMAIO, NEUSA; ANGYALOSSY, VERONICA. Unravelling roots of lianas: a case study in Sapindaceae. ANNALS OF BOTANY, v. 118, n. 4, SI, p. 733-746, OCT 2016. Citações Web of Science: 6.
PACE, MARCELO R.; ZUNTINI, ALEXANDRE R.; LOHMANN, LUCIA G.; ANGYALOSSY, VERONICA. Phylogenetic relationships of enigmatic Sphingiphila (Bignoniaceae) based on molecular and wood anatomical data. Taxon, v. 65, n. 5, p. 1050-1063, OCT 2016. Citações Web of Science: 3.
PACE, MARCELO R.; LOHMANN, LUCIA G.; OLMSTEAD, RICHARD G.; ANGYALOSSY, VERONICA. Wood anatomy of major Bignoniaceae clades. PLANT SYSTEMATICS AND EVOLUTION, v. 301, n. 3, p. 967-995, MAR 2015. Citações Web of Science: 12.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.