Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização dos mecanismos de ação de RNAs longos não-codificadores envolvidos nos programas de ativação gênica em células humanas

Processo: 14/03620-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de julho de 2014 - 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Sergio Verjovski Almeida
Beneficiário:Sergio Verjovski Almeida
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesq. associados:João Carlos Setubal ; Mari Cleide Sogayar
Bolsa(s) vinculada(s):15/00324-6 - Estudo do controle da expressão gênica do lncRNA INXS envolvido na apoptose, BP.DR
14/25481-4 - Lipossomos como veículo de entrega do lncRNA INXS à células tumorais in vitro e in vivo para indução de apoptose, BP.IC
Assunto(s):Apoptose  Androgênios  Genomas 

Resumo

Nos últimos anos, com os dados de sequenciamento em larga escala do projeto público ENCODE, ficou evidente que até 92% do genoma humano pode ser transcrito, e que as dezenas de milhares de RNAs longos (> 200 nucleotídeos) não-codificadores de proteínas (lncRNAs) catalogados até agora representam a classe mais diversa e mais abundante dos RNAs de uma célula, excetuando os RNAs ribossomais. Apesar disso, apenas cerca de duas dezenas de lncRNAs tiveram seus mecanismos moleculares de ação identificados e caracterizados em detalhe, o que tem revelado seu papel como reguladores da transcrição gênica em mamíferos. O desafio atual é encontrar os modelos experimentais e os processos celulares mais relevantes, buscando lncRNAs que sejam alvos chave nestes processos, e mostrar a perda e o ganho de função, em um determinado tipo celular, quando um destes lncRNAs é deletado ou super expresso. O projeto aqui proposto focaliza três processos celulares relevantes - a resposta ao hormônio andrógeno, a apoptose, e a diferenciação de células-tronco embrionárias humanas em células da crista neural - e tem a vantagem de já haver obtido resultados preliminares sobre três novos lncRNAs que são fortes candidatos a possuir papéis reguladores sobre algumas etapas de cada um destes três processos biológicos. Estes três lncRNAs são, respectivamente, o lincPSA, o INXS e o TFAP2A-AS2. A aplicação de novas tecnologias para detectar a interação entre lncRNAs, proteínas e seus possíveis sítios de ligação no DNA genômico, e a detecção em paralelo das modificações de marcas da cromatina e da atividade transcricional de genes, aqui propostas, permitirão entender o papel de cada um dos três lncRNAs, e o conhecimento destes mecanismos poderá abrir portas para o eventual uso desses lncRNAs como alvos terapêuticos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Identificadas moléculas de RNA que regulam ação de hormônio no câncer de próstata 
Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio:
Zika no início da gravidez 
Placenta é mais sensível ao ataque do zika no primeiro trimestre da gestação 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.