Busca avançada
Ano de início
Entree

Mechanisms mediating anti inflammatory effects of omega 3 fatty acids in metabolic disorders: role of lipid mediators and micro RNAs

Processo: 15/50441-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2016 - 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Convênio/Acordo: Texas Tech University
Proposta de Mobilidade: SPRINT - Projetos de pesquisa - Mobilidade
Pesquisador responsável:Sônia Jancar
Beneficiário:Sônia Jancar
Pesq. responsável no exterior: Naima Moustaid-Moussa
Instituição no exterior: Texas Tech University (TTU), Estados Unidos
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/15719-0 - Associação de PRRs com receptores para mediadores lipídicos em macrófagos e células dendríticas, AP.TEM
Assunto(s):Obesidade  Mediadores da inflamação  Leucotrienos  Fator de ativação de plaquetas  MicroRNAs  Ácidos graxos ômega-3  Cooperação internacional 

Resumo

Obesidade é uma doença complexa que aumenta a mortalidade e co-morbidades, tais como diabetes e doenças cardiovasculares e caracteriza-se por expansão e inflamação do tecido adiposo. Estudos recentes mostram que mediadores lipídicos (leucotrieno B4 e fator ativador de plaquetas, PAF) contribuem para a inflamação crônica que leva a obesidade e a resistência à insulina. Ácidos graxos poli-insaturados de cadeia longa ômega-3 (PUFA) derivados de óleo de peixe são potentes nutrientes anti-inflamatórios conhecidos por reduzir os níveis de prostaglandina E2, LTB4 e outros marcadores de inflamação. Interessantemente, o LTB4 controla o perfil de expressão de miRNAs e modula a resposta inflamatória de células da imunidade inata como os macrófagos. Entretanto, o papel do ômega-3 em regular os mediadores lipídicos para prevenir ou tratar a inflamação crônica não é conhecido até o momento. Nossa hipótese é que o óleo de peixe reduziria a inflamação crônica associada com disfunções metabólicas diminuindo a adiposidade e a resistência à insulina e que estes efeitos seriam mediados por mecanismos que envolvam os mediadores lipídicos como LTB4, PAF e miRNAs reguladores. Esta hipótese será ensaiada nos três objetivos propostos, através de uma série de estudos integrados, celulares, moleculares e fisiológicos, baseados em experiências fortemente estabelecidas e complementares, e em trabalhos publicados pelos grupos da TTU (obesidade / tecido adiposo) e USP (imunofarmacologia dos mediadores lipídicos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Microagulhas podem aumentar a eficácia de anestesia tópica odontológica