Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do preenchimento da câmara pulpar com cimento de ionômero de vidro em dentes tratados endodonticamente e reabilitados com endocrowns: análise in vitro e pelo MEF-3D

Processo: 16/25311-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2017 - 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Erica Alves Gomes
Beneficiário:Erica Alves Gomes
Instituição-sede: Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP). Campus Ribeirão Preto. Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Izabela Cristina Mauricio Moris Rivera ; Ricardo Faria Ribeiro
Assunto(s):Fadiga  Método dos elementos finitos  Prótese dentária  Resistência à fratura 

Resumo

Dentes tratados endodonticamente apresentam elevado risco de falhas biomecânicas devido a significante perda de estrutura dental. Este estudo tem por objetivo avaliar o comportamento mecânico de dentes tratados endodonticamente restaurados com endocrowns obtidas por diferentes sistemas cerâmicos utilizados com o sistema CAD/CAM por meio de análise in vitro e pelo método dos elementos finitos tridimensional (MEF-3D). Para a análise in vitro, 84 molares humanos inferiores serão tratados endodonticamente e preparos padronizados na caixa oclusal com 5 mm de profundidade, 6 mm de comprimento (sentido mésio-distal) e 4 mm de largura (sentido vestíbulo-lingual) serão realizados. Os dentes serão divididos aleatoriamente em 4 grupos (n=21), de acordo com os diferentes sistemas cerâmicos utilizados para a confecção das endocrowns: G1- cerâmica feldspática; G2- dissilicato de lítio; G3- silicato de lítio reforçado com zircônia; G4- zircônia monolítica. Após a cimentação adesiva, as amostras serão submetidas ensaio estático de resistência à fratura em máquina universal de ensaios com célula de carga de 500 kgf e velocidade de 1 mm/min, para que se possa determinar os perfis de fadiga acelerada progressiva (leve, moderado e severo), que será realizado com a frequência de 5 Hz e variação de temperatura entre 5° C - 55° C. Os dados coletados serão submetidos a análise estatística por meio de testes apropriados para o estudo. Para análise pelo MEF-3D, uma amostra in vitro descrita anteriormente será escaneada por meio de microtomografia computadorizada. A seguir, modelos bioCAD serão confeccionados e divididos em 4 grupos (G1, G2, G3, e G4), conforme descrito anteriormente para a análise in vitro. As propriedades mecânicas (módulo de elasticidade e coeficiente de Poisson) dos materiais cerâmicos utilizados no estudo serão determinados de forma não-destrutiva pela técnica de excitação por impulso. Carregamento será aplicado na superfície oclusal do dente, axialmente ao seu longo eixo. Os modelos serão suportados pelo ligamento periodontal e tecido ósse que será fixado nos 3 eixos do plano cartesiano (x=y=z=0). Tensões equivalentes de von Mises (MPa) e tensão principal máxima (MPa) serão obtidas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
POOLE, STEPHANIE FRANCOI; PEREIRA, GABRIEL KALIL ROCHA; MORIS, IZABELA C. M.; MARQUES, ARTUR GAIOTO; RIBEIRO, RICARDO FARIA; GOMES, ERICA A. Physical properties of conventional and monolithic yttria-zirconia materials after low-temperature degradation. CERAMICS INTERNATIONAL, v. 45, n. 16, p. 21038-21043, NOV 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.