Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos ecotoxicológicos com copépodos Calanoida de água doce

Processo: 07/00187-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2007
Vigência (Término): 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Odete Rocha
Beneficiário:Denise Tieme Okumura
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Biodiversidade   Ciclo de vida   Ecotoxicologia

Resumo

Os copépodos constituem a maior classe de pequenos crustáceos, com mais de 8.500 espécies descritas. Dentre as cinco ordens de copépodos de vida livre, as espécies pertencentes à ordem Calanoida apresentam grande endemismo, o que parece ser uma indicação à sensibilidade desses organismos à variação de fatores químicos e físicos. No presente trabalho serão realizados estudos ecotoxicológicos com espécies de copépodos Calanoida, particularmente com as espécies Argyrodiaptomus furcatus e Notodiaptomus iheringi. Estas e outras espécies serão comparadas com relação à sensibilidade e adequação como organismos-teste na avaliação da qualidade da água em ecossistemas de água doce. Serão testadas e adaptadas metodologias de cultivo em laboratório, e serão estudados os principais aspectos da biologia sob combinações de fatores ambientais em condições controladas. Além disso, analisar-se-ão aspectos referentes à dinâmica populacional. Será verificada também a sensibilidade das duas espécies de Calanoida a substâncias de referência, além de amostras ambientais sob diferentes tipos e graus de contaminação. Os resultados dos testes ecotoxicológicos serão expressos em concentração letal (CL50). Para o cálculo estatístico da CL50 será utilizado o programa Trimmed Spearman-Karber. Estes estudos podem proporcionar maior entendimento da estrutura das comunidades aquáticas e das alterações na dinâmica das populações, no sentido de se poder verificar o que está sendo alterado na qualidade da água e o porquê dessas modificações, permitindo, dessa forma, ações de manejo e de conservação visando a preservação da biodiversidade das águas doces.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
OKUMURA, Denise Tieme. Estudos ecotoxicológicos com as espécies Argyrodiaptomus furcatus e Notodiaptomus iheringi (Copepoda, Calanoida). 2011. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Escola de Engenharia de São Carlos São Carlos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.