Busca avançada
Ano de início
Entree

Células CD4+FoxP3+ produzem IL-10 no baço de cães com leishmaniose visceral

Processo: 09/11576-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Valéria Marçal Felix de Lima
Beneficiário:Mariana Macedo Costa de Andrade
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Imuno-histoquímica   Fator de crescimento transformador beta   Linfócitos T reguladores   Interleucina-10   Imunopatologia   Citometria de fluxo

Resumo

A leishmaniose visceral (LV) é uma doença causada pelo parasita intracelular do gênero Leishmania que acomete o homem e várias espécies animais. O cão é um dos principais reservatórios urbano do parasita, pois desempenha um papel central no ciclo de transmissão aos seres humanos pelos flebotomíneos. Estudos sobre a resposta imune em cães com Leishmaniose Visceral têm demonstrado que a imunidade protetora está associada à resposta imune do tipo celular, enquanto que a progressão da doença está associada com a resposta humoral e produção de IL-10 e TGF-². Essas citocinas induzem a desativação de macrófagos e tem potencial para incapacitar a defesa do hospedeiro contra Leishmania spp. levando à visceralização da infecção. O objetivo do estudo foi avaliar a produção de IL-10 e TGF-² por células T regulatórias (Treg) em amostras de sangue e baço de cães naturalmente infectados por Leishmania spp. e correlacionar à carga parasitária e aos achados histopatológicos. Cinco cães saudáveis e vinte e nove cães com manifestações clínicas de leishmaniose visceral e sorologia positiva para anticorpos anti-Leishmania foram incluídos no grupo de estudo. A PCR em tempo real foi utilizada para a quantificação da carga parasitária e confirmação da infecção por Leishmania spp. A quantificação das células T CD4 regulatórias produtoras de IL-10 e TGF-², foi realizada por citometria de fluxo. O teste t não pareado foi utilizado para comparar o percentual de células Treg produtoras de IL-10 e TGF-² entre os cães infectados e saudáveis e o teste de Mann-Whitney foi utilizado para comparar o percentual de IL-10 e TGF-² no sangue e no baço de cães com LV. A correlação de Spearman foi utilizada para comparar a porcentagem das citocinas IL-10 e TGF-² produzidas pelas células Treg à carga parasitária e aos achados histológicos. Os resultados foram considerados significativos quando p < 0,05. Verificou-se um aumento da produção de IL-10 pelas células Treg no baço dos cães infectados naturalmente por Leishmania spp. ao mesmo tempo em que se observou um decréscimo no número destas células nestes cães em comparação aos cães saudáveis. Não foi verificada associação entre a carga parasitária e a porcentagem de células Treg esplênicas produtoras de IL-10 e TGF-², assim como não houve associação entre essa população celular e os achados histopatológicos. Esses resultados sugerem que as células Treg são importantes como fontes de IL-10 no baço participando da modulação da resposta imunológica

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
OLIVEIRA SILVA, KATHLENN LIEZBETH; DE ANDRADE, MARIANA M. C.; MELO, LARISSA M.; PEROSSO, JULIANA; VASCONCELOS, ROSEMERI O.; MUNARI, DANISIO P.; LIMA, VALERIA M. F. CD4+FOXP3+cells produce IL-10 in the spleens of dogs with visceral leishmaniasis. Veterinary Parasitology, v. 202, n. 3-4, p. 313-318, MAY 28 2014. Citações Web of Science: 8.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ANDRADE, Mariana Macedo Costa de. Células CD4+FOXP3+ produzem lL-10 no baço de cães com leishmaniose visceral. 2012. 51 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina Veterinária de Araçatuba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.