Busca avançada
Ano de início
Entree

Diferentes abordagens para o entendimento da aneuploidia: interferindo na mitose com o uso de crisotila, vincristina e encurtamento dos telômeros

Processo: 09/17140-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 30 de abril de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Mutagênese
Pesquisador responsável:Glaucia Maria Machado Santelli
Beneficiário:Beatriz de Araujo Cortez
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/07515-6 - Estudo da amplificação centrossômica e regressão da citocinese em células em cultura tratadas com crisotila, BE.EP.DR
Assunto(s):Vincristina   Telômero   Aneuploidia   Crisotila

Resumo

A divisão mitótica corresponde ao processo pelo qual uma célula dá origem a duas células geneticamente idênticas a célula inicial. Para que este processo ocorra corretamente diversos eventos devem ser controlados e coordenados, como replicação de todo o DNA nuclear, o empacotamento e formação dos cromossomos mitóticos, o emparelhamento destes na placa metafásica, a segregação das cromátides para as células filhas e a correta separação das duas células filhas. Pontos de checagem verificam se as etapas do ciclo foram cumpridas corretamente, e não permitem que as células progridam no ciclo celular caso alguma falha seja detectada. Erros na divisão mitótica podem levar a formação de células aneuploides, que possuem perda ou ganho de cromossomos ou parte de cromossomos, que hoje se sabe que estão presentes na maioria dos tumores sólidos embora sua contribuição para a formação ou desenvolvimento de tumores ainda necessite ser mais estudada. Tratamentos com drogas que levam a erros na segregação dos cromossomos são ferramentas importantes no estudo da indução de aneuploidias, e assim o presente estudo propõe o uso de 3 diferentes sistemas para o estudos da mitose, formação dos fusos mitóticos, segregação cromossômica, e formação de células aneuploides. Dois deles estão bem estabelecidos em nosso laboratório: tratamento com fibras de crisotila (tipo de fibra de amianto), que leva a formação de células multinucleadas, aneuploides e fusos multipolares, e vincristina (droga despolimerizante que atua sob os microtúbulos), que também leva a formação de células multinucleadas e fusos multipolares. Já o terceiro sistema consiste na inibição da ação da telomerase com o uso de 3'-azido-2',3'-dideoxyguanosine, que atua sob a hTERT, levando ao encurtamento dos telômeros e formação de cromossomos dicêntricos, que por sua vez levam a erros na segregação. Serão avaliados, além da formação de população de células aneuploides via citometria de fluxo, a amplificação centrossômica, ligação dos microtúbulos-cinetócoros durante a divisão celular, e a segregação dos cromossomos durante anáfase/telófase tanto em células fixadas submetidas à imunofluorescência quanto em células vivas por time-lapse.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CORTEZ, BEATRIZ ARAUJO; TEIXEIRA, PAULA REZENDE; REDICK, SAMBRA; DOXSEY, STEPHEN; MACHADO-SANTELLI, GLAUCIA MARIA. Multipolar mitosis and aneuploidy after chrysotile treatment: a consequence of abscission failure and cytokinesis regression. ONCOTARGET, v. 7, n. 8, p. 8979-8992, FEB 23 2016. Citações Web of Science: 8.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.