Busca avançada
Ano de início
Entree

Alquil fosfatado sintético precursor dos fosfolipídios de membrana celular com potencial efeito antitumoral e apoptótico em modelos de tumores experimentais

Processo: 10/50220-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de maio de 2010
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica
Pesquisador responsável:Durvanei Augusto Maria
Beneficiário:Adilson Kleber Ferreira
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Antineoplásicos   Fosfolipídeos   Fosfoetanolamina   Membrana celular   Neoplasias experimentais

Resumo

Neste projeto será realizado o estudo dos mecanismos antitumorais e apoptóticos induzidos pela fosfoetanolamina sintética no controle do crescimento tumoral e disseminação. A formulação utilizada deste projeto será planejada e desenvolvida na apresentação lipossomal brometo de dimetildioctadecilamonio (DODA), que como previamente apresentado a nova formulação mostrou-se com atividade citotóxica altamente específica em células do carcinoma renal murino (RENCA), induzindo a diminuição do potencial de membrana mitocondrial e promovendo a morte celular por apoptose. A atividade citotóxica da FOS/DODAB será avaliada em células normais (melanócitos), melanoma humano (SKMEL28), carcinoma renal murino (Renca) e fibrolastos normais humanos (FN1). Apôs o tratamento as células serão submetidas a extração do DNA e quantificação do DNA mitocondrial por PCR-Real time, além da análise da integridade nuclear. Serão realizados avaliações dos efetores e receptores ativados e fosforilados das caspases - 3, 8, Ciclina D1, BcI-2, Ki67 e PCNA por citometria de fluxo como também as alterações no potencial redox. As análises morfológicas por microscopia de transmissão será realizada para a avaliação estrutural sofrida pela células tumoral tratadas com FOS/DODAB. Serão também realizadas análises semiquantitativas da expressão dos genes reguladores do ciclo celular, CDK6, ciclina D1 e p16 por por RT-PCR. A eficácia terapêutica antitumoral será testada nos modelos experimentais do carcinoma renal (Renca), NODSCID leucémicos e Balb-c nu/nu (melanoma). Os tratamentos serão avaliados em comparação a drogas quimioterápicas utilizado na terapêutica como: Cisplatina, Taxol, ATRA, Daunorrubicina e Dacarbazina. A toxicidade aguda e efeitos imunossupressores serão determinados pelas análises hematológicas e bioquímicas. Os animais de todos os grupos de experimentação serão eutanasiados e os órgãos dissecados para avaliação das características do tumor primário e a formação de metástases. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.